ENTRETENIMENTO
03/08/2019 13:47 -03 | Atualizado 03/08/2019 13:50 -03

6 excelentes filmes italianos para curtir na Netflix

Lista vai de documentários a títulos baseados em fatos reais. 🇮🇹

Divulgação
Cena do longa "Lazzaro Felice", de Alice Rohrwacher.

Com um catálogo repleto de produções hollywoodianas, o Netflix, principal plataforma de streaming do mundo, também oferece ao público brasileiro algumas opções de filmes italianos contemporâneos. De documentários a longas baseados em histórias reais, confira abaixo uma lista de sugestões para o fim de semana:

Suburra (2015)

Estrelando Pierfrancesco Favino, o filme é anterior à popular série homônima, também disponível no Netflix, mas narra acontecimentos posteriores.   

Ambientado em Roma, Suburra é baseado em um romance de Giancarlo De Cataldo e Carlo Bonini e relata as disputas de poder entre a máfia, famílias ciganas, traficantes de drogas, políticos, nobres e até o Vaticano. Alguns atores da série estão presentes no filme, como Alessandro Borghi (Aureliano) e Giacomo Ferrara (Spadino).   

 

Na Própria Pele (2018)

O filme de Alessio Cremonini retrata um dos casos mais emblemáticos da crônica policial italiana neste século: a prisão e morte do geômetra Stefano Cucchi, falecido em 22 de outubro de 2009, quando estava sob custódia da polícia.   

Famoso por seu papel em Suburra, Alessandro Borghi dá vida ao drama de Cucchi e à busca da família por justiça. O geômetra havia sido preso por portar 20 gramas de haxixe, mas foi agredido por policiais na delegacia e acabou não resistindo aos ferimentos. 

A autópsia revelou que o italiano de 31 anos e 1,76 metro de altura pesava 37 quilos quando morreu, e seu corpo apresentava diversos hematomas, inclusive no rosto, mas até hoje ninguém foi condenado em definitivo pelo crime.   

Na Própria Pele foi exibido no Festival de Veneza em 2018 e colecionou estatuetas no David di Donatello, principal premiação do cinema italiano, incluindo melhor diretor estreante e melhor ator protagonista.   

 

Lazzaro Felice (2018)

Premiado como melhor roteiro no Festival de Cannes de 2018, Lazzaro Felice, da celebrada cineasta italiana Alice Rohrwacher, conta a história de Lazzaro, um jovem e humilde camponês que tem sua boa vontade e disposição sempre exploradas pelos outros. Em determinado momento, se aproxima do filho de uma marquesa, que o obriga a organizar o próprio sequestro, o que muda o rumo da vida de Lazzaro.   

 

Nada Santo (2019)

Com o astro Riccardo Scamarcio como protagonista, Nada Santo é uma adaptação do romance Manager Calibro 9, de Pietro Colaprico e Luca Fazzo. A obra conta a história de Santo Russo, que deixa a Calábria e viaja a Milão para encontrar o pai, um ex-integrante da ’Ndrangheta, a poderosa máfia calabresa. Após ser preso injustamente, Santo se torna um dos líderes do crime organizado na capital da Lombardia.   

 

My Way (2016)

Divulgação/Netflix

Conduzido pelo renomado jornalista americano Alan Friedman, My Way, ou Meu Caminho, em tradução livre, ajuda a compreender um dos personagens mais controversos da política italiana nos últimos 30 anos: o ex-primeiro-ministro Silvio Berlusconi.   

Apoiado em uma série de entrevistas com o próprio líder conservador, Friedman aborda os principais aspectos de sua trajetória, como a ascensão meteórica e nebulosa como homem de negócios, as acusações na Justiça, o “bunga-bunga” (nome dado às noitadas em suas mansões), a entrada na política, a ligação com o Milan e a amizade com Vladimir Putin.   

 

Franca: Chaos and Creation (2016)

Esse documentário de Francesco Carrozzini narra a história de sua mãe, Franca Sozzani, histórica editora-chefe da revista “Vogue Italia” e uma das maiores referências de moda no mundo.   

Após o falecimento da jornalista, em dezembro de 2016, aos 66 anos, o CEO da Condé Nast International, Jonathan Newhouse, a definiu como a “mais talentosa, influente e importante” funcionária da editora. Em sua carreira, Sozzani também empreendeu causas sociais por meio da moda.