ENTRETENIMENTO
06/07/2020 13:06 -03 | Atualizado 06/07/2020 17:51 -03

8 filmes com trilhas inesquecíveis de Ennio Morricone

É impossível não ter pelo menos um grande tema composto pelo mestre italiano que você não conheça.

Com a morte de Ennio Morricone, na manhã desta segunda (6), o cinema perdeu um de seus principais compositores. O maestro italiano de 91 anos teve uma carreira prolífica e recheada de temas que estão entre os mais populares da sétima arte.

Para homenagear o mestre, selecionamos oito filmes com trilhas sonoras inesquecíveis de Ennio Morricone para você conhecer (ou rever) a incrível trajetória do maestro italiano.

Veja aqui a nossa lista: 

Três Homens em Conflito (1966)

Da marcante parceria com Sergio Leone, o tema de Três Homens em Conflito é o mais conhecido. Aliás, a música é uma das mais famosas da história do cinema. Você pode nem ter visto o filme, mas certamente já ouviu esse tema pelo menos uma vez na sua vida. É uma trilha tão icônica que virou sinônimo de faroeste.

Onde ver: Telecine Play, Looke, NetMovies / Apple TV (para alugar).

O Enigma do Outro Mundo (1982)

Um dos trabalhos mais diferentes de Morricone foi nesse clássico cult de John Carpenter. Algo raro para o diretor, que normalmente compunha as trilhas de seus próprios filmes, sempre dando preferência ao uso de sintetizadores. Aqui, Morricone traz um tom mais climático e minimalista, usando muito o som de violoncelos e contrabaixos.

Onde ver: Netflix.

Era uma vez na América (1984)

Morricone não poderia encerrar sua parceria com Leone de maneira melhor. O último filme de Leone não foi um faroeste, mas uma filme de máfia que conta a saga de um grupo de gângsters judeus na Mova York do começo do século 20 até a década de 1960. Um típico trabalho de Morricone, com temas bem definidos e cheios de emoção.

Onde ver: Amazon Prime Video e Telecine Play.

A Missão (1986)

Uma das maiores injustiças da história do Oscar, a excelente trilha sonora de Morricone para o filme de Roland Joffé perdeu a estatueta para Por Volta da Meia-Noite, um trabalho todo baseado em clássicos de jazz de Dexter Gordon que era, basicamente, um trabalho de curadoria de outro grande jazzista, Herbie Hancock. 

Onde ver: No momento não está disponível em streaming no Brasil.

Os Intocáveis (1987)

Morricone sempre foi muito popular, mas entre todas as centenas de trilhas que compôs, esta aqui está, com certeza, no Top 5 de seus trabalhos mais populares. Por mais que o policial de Brian De Palma tenha sequências simplesmente incríveis, elas não teriam metade do impacto sem a música do mestre italiano. 

Onde ver: Telecine Play / Google Play e Microsoft Store (para alugar).

Cinema Paradiso (1988)

Outra trilha de Morricone absurdamente injustiçada no Oscar. Ela sequer foi indicada ao prêmio em 1990, ano em que o filme venceu a estatueta de Melhor Filme Estrangeiro. Nem o mais rude dos machões do planeta Terra consegue segurar as lágrimas ao ver a sequência final do filme de Giuseppe Tornatore com o tema de Morricone. 

Onde ver: No momento não está disponível em streaming no Brasil.

Busca Frenética (1988)

Morricone era um compositor para lá de pop. Sempre introduzindo instrumentos de formas inusitadas. Uma de suas parcerias mais “modernas” foi com o polonês Roman Polanski. Outra característica do compositor italiano era melhorar filmes nem tão bons assim. E um caso clássico disso é trilha do thriller Busca Frenética

Onde ver: HBO GO / Apple TV (para alugar).

Os Oito Odiados (2015)

Mesmo já perto do final da prolífica carreira de Morricone, a Academia se redimiu de anos de injustiças e finalmente deu um Oscar de Melhor Trilha Sonora para o maestro italiano. Foi em 2016, quando ele retornou às suas origens no faroeste Os Oito Odiados, de Quentin Tarantino, um fã incondicional da dupla Leone/Morricone.

Onde ver:  Amazon Prime Video e HBO GO / Google Play e Apple TV (para alugar).