ENTRETENIMENTO
28/07/2020 11:42 -03

Doc sobre Cetano Veloso é o único brasileiro selecionado para o Festival de Veneza

A 77ª edição de um dos principais festivais de cinema do mundo acontece em setembro e tem Cate Blanchett como presidente do júri.

Foram anunciados, na manhã desta terça (28), os filmes que vão fazer da 77ª edição do Festival de Veneza. Entre eles está Narciso em Férias, de Renato Terra e Ricardo Calil, documentário que retrata o período em que Caetano Veloso foi preso pela ditadura militar, em 1968.

No filme, o músico dá detalhes sobre o que aconteceu na sua vida no período, de como foi preso junto com seu colega Gilberto Gil e de dos 54 dias em que permaneceu encarcerado.

Única produção brasileira a ser exibida no evento, Narciso em Férias não faz parte da mostra competitiva de Veneza, ou seja, não concorre ao grande prêmio do festival, o Leão de Ouro.

Entre os filmes que competem pela estatueta estão:

In Between Dying, de Hilal Baydarov
Le Sorelle Macaluso, de Emma Dante
The World to Come, de Mona Fastvold
Nuevo Orden, de Michel Franco
Amants, de Nicole Garcia
Laila in Haifa, de Amos Gitai
Und Morgen Die Ganze Welt, de Julia von Heinz
Cari Compagni, de Andrei Konchalovsky
La Moglie della Spia, de Kiyoshi Kurosawa
Khorshid, de Majid Majidi
Pieces of a Woman, de Kornél Mundruczó
Miss Marx, de Susanna Nicchiarelli
Padrenostro, de Claudio Noce
Notturno, de Gianfranco Rosi
Non Cadrà Più la Neve, de Malgorzata Szumowska e Michal Englert
The Disciple, de Chaitanya Tamhane
Quo Vadis, Aida?, de Jasmila Zbanic
Nomadland, de Chloé Zhao

Presidido pela atriz australiana Cate Blanchett, o júri do festival - marcado para acontecer presencialmente entre os dias 2 e 22 de setembro - é formado pelos cineastas Christian Petzold, Cristi Puiu, Joanna Hogg e Veronika Franz, pela atriz Ludivine Sagnier e pelo escritor Nicola Lagioia.