ENTRETENIMENTO
25/05/2019 16:19 -03 | Atualizado 25/05/2019 18:00 -03

Filme brasileiro 'Bacurau' vence Prêmio do Júri no Festival de Cannes

Esta é a primeira vez que um filme brasileiro leva o prêmio, que é o terceiro mais importante do festival.

O filme brasileiro “Bacurau”, do direto Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles, ganhou o Prêmio do Júri, o terceiro mais importante do Festival de Cannes. O anúncio aconteceu na tarde deste sábado (25). 

O filme brasileiro empatou com o drama francês “Les Misérables”, de Ladj Ly. Esta é a primeira vez que o Brasil ganha na categoria.

Eric Gaillard / Reuters
Kleber Mendonça Filho recebendo o Prêmio do Júri em Cannes.

No total, sete prêmios são distribuídos na premiação principal de Cannes. O mais importante deles é a Palma de Ouro, que foi dado ao filme coreano “Parasite”.

O troféu do júri é uma das maiores vitórias do cinema nacional. Além dele, outro filme brasileiro premiado no festival foi “A Vida Invisível de Eurídice Gusmão”, de Karim Aïnouz, que ganhou como melhor filme da seção Um Certo Olhar na edição deste ano. A produção rendeu ao Brasil o primeiro prêmio principal da competição paralela do Festival de Cannes.

Ao receber o o prêmio neste sábado, Kleber agradeceu em português. “Queria mandar um beijo para o povo de Recife e do Brasil”, disse. “Faz 20 anos que venho, era uma jornalista e descobri muitos filmes aqui”.

Já Dornelles dedicou o prêmio a todos os trabalhadores do País, “da ciência, da educação e da cultura”. 

Com Sônia Braga no elenco, “Bacurau” estreia em 30 de agosto. O filme retrata um pequeno vilarejo do sertão que sofre com a morte de Dona Carmelita e começa a ser sabotado por grupos interessados em exterminar o local. Além de ter o sinal de celular cortado, a cidade também desaparecera dos mapas oficiais. Os habitantes, então, decidem se unir para resistir ao extermínio.

O Prêmio do Júri é entregue desde 1946 e o júri do festival deste ano é presidido pelo diretor mexicano Alejandro González Iñárritu.

A atriz Sônia Braga celebrou a vitória no Instagram e felicitou o diretor pelo prêmio. “Parabéns pelo merecido Prêmio do Júri no festival de Cannes!
Quero mandar um beijo grande para todos meus amigos de Bacurau”, escreveu.

Ver essa foto no Instagram

PARABÉNS BACURAU Parabéns pelo merecido Prêmio do Júri no festival de Cannes! Quero mandar um beijo grande para todos meus amigos de Bacurau. Mando um beijo especial para os meus diretores @kmendoncafilho e Juliano Dornelles , e @emilielesclaux, nossa produtora. Cannes nos proporcionou uma linda festa. Quem sai vitorioso do festival não somos apenas nós, artistas, mas o Brasil e o que ele sabe produzir de melhor, a sua cultura. Ontem, Karim levou merecidamente o prêmio máximo de “Un certain regard” e isso já seria motivo suficiente para nos deixar muito felizes. O filme 'Lighthouse', que venceu o FIPRESCI Award na Director's Fortnight, embora seja uma produção americana, tem o brasileiro Rodrigo Teixeira por trás. E agora 'Bacurau'...Viva! O filme 'Bacurau' recebeu críticas maravilhosas. A cultura brasileira marcou sua presença, com estilos diferentes mas com o brilho de uma indústria que merece respeito e apoio. Infelizmente não pude ir a Cannes este ano, mas acompanhei tudo de perto graças à internet. 'Bacurau' agora parte para a Austrália, trilhando o mesmo belo caminho de 'Aquarius', que brilhou no mundo em 2016. Tenho boas lembranças desta época. O filme foi muito premiado em vários países, recebeu o respeito da crítica e o aplauso das plateias, passamos por muitos cinemas, gigantes e pequenos. Agora é a vez de Bacurau Voa Bacurau

Uma publicação compartilhada por insonbra _Sonia Braga Oficial (@insonbra) em

Além dos dois filmes brasileiros, o filme “Lighthouse” venceu o FIPRESCI, prêmio da crítica. O filme é dirigido pelo americano Robert Eggers, mas é produzido pelo brasileiro Rodrigo Teixeira, da RT Features.