NOTÍCIAS
03/06/2020 15:12 -03

'O papai mudou o mundo': A fala da filha de 6 anos de Floyd nos enche de esperança

Negro, pai de Gianna foi morto por asfixia por um policial branco de Mineápolis, em um crime que desencadeou protestos em várias cidades dos EUA na última semana.

Gianna, a filha de 6 anos de George Floyd, tem uma mensagem para todos: “O papai mudou o mundo”!

Floyd, um homem negro, foi morto após ser asfixiado por um policial branco em Mineápolis, em um crime que incendiou os Estados Unidos com protestos em diversas cidades na última semana.  

O vídeo em que Gianna fala do pai foi compartilhado nesta terça-feira no Instagram pelo ex-jogador da NBA Stephen Jackson, amigo de longa data de Floyd, e mostra a garota sentada sobre os ombros de Jackson.

“Isso mesmo GiGi: ‘Papai mudou o mundo’”, escreveu Jackson na legenda. “George Floyd, o nome da mudança”.

“Amor a todos que têm amor por todos”, continuou ele, acrescentando múltiplos emojis de punho levantado em diferentes tons de pele.

Floyd foi morto pelo policial Derek Chauvin, que se ajoelhou sobre seu pescoço por quase nove minutos enquanto o homem gritava que não conseguia respirar. Ele fora abordado após ter passado uma nota de 20 dólares supostamente falsificada num mercado. Chauvin foi acusado de delito preterdoloso (quando a intenção é cometer outro crime, mas acaba-se matando a vítima) e de homicídio culposo (quando não há intenção de matar). Três outros policiais envolvidos foram demitidos, mas não acusados.

A morte de Floyd provocou protestos diários em todo o país contra a brutalidade policial e o racismo, que, por sua vez, atraíram uma resposta violenta das autoridades policiais, que chegaram a usar gás lacrimogêneo, balas de borracha e até veículos contra manifestações pacíficas, citando saqueadores e desordeiros como justificativa. O governo Trump também mobilizou nesta semana a polícia militar em uma demonstração de força excessiva.

O vídeo de Gianna sobre os ombros de Jackson foi repostado no Twitter na terça-feira e imediatamente se tornou viral.

Jackson, que chamou Floyd de seu “gêmeo” em outro post no Instagram, conversou com jornalistas na prefeitura de Mineápolis na terça-feira. Ao lado dele estavam Gianna e sua mãe, Roxie Washington, que disse que queria que todos soubessem “o que aqueles oficiais levaram”.

“No final do dia, eles vão para casa e estão com suas famílias. Gianna não tem pai”, disse Roxie. “Ele nunca a verá crescer, se formar, nunca a levará ao altar. Se ela tiver um problema que precise do pai, ela não tem mais isso”.

Em resposta à declaração emocional de Roxie, Jackson afirmou: “Há muitas coisas que você disse que ele vai perder – mas eu vou estar lá para isso”.

“Eu vou acompanhá-la até o altar. Eu vou estar lá para ela. Eu vou estar aqui para enxugar suas lágrimas. Eu vou estar aqui por você e pela Gigi. Floyd pode não estar aqui, mas estou aqui por ela, estou aqui para obter justiça, e vamos obter justiça para o meu irmão”, disse.

Eleições nos EUA
As últimas pesquisas, notícias e análises sobre a disputa presidencial em 2020, pela equipe do HuffPost