ENTRETENIMENTO
23/01/2019 11:59 -02

Fábio Assunção, La Fúria e o gesto pela luta contra a dependência química

Ator surpreende a todos e reverte lucro de música com seu nome para instituições que tratam a doença.

Reprodução/Instagram
Dependente químico declarado, Fábio Assunção tem de lidar com o escárnio público há anos.

Alvo de brincadeiras constantes por conta de confusões em que se envolveu devido a seu problema de dependência química, o ator Fábio Assunção teve mais uma vez de lidar com o escárnio público com o sucesso da música Fábio Assunção, do grupo baiano La Fúria.

E a atitude do ator surpreendeu muita gente.

Ao invés de tentar censurar a música que tem tudo para ser um dos maiores hits do carnaval junto com Jenifer, Assunção entrou em um acordo com a banda e seus compositores para reverter todo o lucro da canção para instituições que cuidam de pessoas que sofrem com a mesma doença dele.

O anúncio foi feito pelo próprio Assunção em sua conta no Instagram.

O anúncio foi feito pelo próprio Assunção em sua conta no Instagram.

Em uma entrevista à revista Trip em 2018, Assunção falou sobre como é difícil sofrer com a dependência química sendo uma figura pública. Tanto que ele preferiu buscar ajuda em uma clínica nos Estados Unidos para poder ser tratado em paz.

“A primeira vez que achei que as coisas estavam saindo do meu controle, em 2008, fui no AA [Alcoólicos Anônimos]. Cara, na hora que eu saí, tinha um paparazzo do lado de fora. Então, nunca tive a possibilidade de viver esse processo com privacidade”, contou o ator à Trip .

Logo depois da veiculação do vídeo de Assunção, Gabriel Bartz, um dos compositores da música, fez uma postagem no Instagram agradecendo o ator e sua atitude, explicando que a música era apenas uma brincadeira entre amigos que ganhou uma proporção que ele não imaginava.

“O Fábio Assunção entrou em contato comigo. Ele veio com a proposta de doar o dinheiro arrecadado nas plataformas digitais para instituições de pessoas que cuidam de pessoas que sofrem com dependência química. Não pensei duas vezes em aceitar”, diz Bartz.

Política sobre drogas

Atitudes do ator em relação ao problema das drogas não são novidade. Em 2009 ele deu uma longa entrevista sobre o assunto no Fantástico, da Rede Globo, e à entrevista à Trip, Assunção também falou sobre sua filiação ao PT, em 2017, e de como isso o aproximou a uma posição que pudesse agir mais concretamente sobre essa questão, mas que acabou não indo para frente.

“Tive um convite do Lula numa conversa que tivemos em um jantar. Ele queria formar uma comissão para discutir política de drogas e queria que eu participasse. Falei que sim. E a gente fez algumas reuniões. O Brasil tem muito o que mudar nessa área, que é muito central. Se jogar a droga na ilegalidade, ela vira um instrumento de extermínio”, concluiu.

Veja aqui o clipe da música  Fábio Assunção: