ENTRETENIMENTO
02/06/2020 10:21 -03

Ex-Nirvana apoia Trump em duro discurso contra onda de protestos nos EUA

Krist Novoselic diz que Trump "arrasou" em discurso e que país não pode cair em uma “insurreição de esquerda”.

Pode parecer uma contradição, mas entre as muitas vozes de artistas que repudiaram o discurso de Donald Trump contra as manifestações por diversas cidades dos Estados Unidos repudiando o assassinado do segurança negro George Floyd, um dos ex-membros da banda Nirvana apoiou o presidente americano. 

“Uau! Sei que muitos de vocês não o suportam, no entanto, Trump arrasou nesse discurso”, escreveu Krist Novoselic em uma mensagem postada em sua página no Twitter, que ele, aliás, já apagou, mas que foi recuperada por fãs que não gostaram nada do apoio do ex-baixista do Nirvana ao presidente dos EUA.

Do que diabos Krist Novoselic está falando?

“Sou seu presidente de lei e ordem”, disse Trump na noite de segunda (1), em que prometeu tomar medidas enérgicas para frear as manifestações contra o racismo e a violência policial que explodiram após um grupo de policiais da cidade de Mineápolis assassinarem covardemente um segurança negro chamado George Floyd.

“Estes não são atos de protesto pacífico, são atos de terrorismo doméstico”, falou o presidente, que alertou os governadores que se eles não acabarem com a violência dos protestos, ele [Trump] usará as forças armadas “para resolver o problema”.

Em seu post, destacado em texto publicado no site americano Consequence of Sound, Novoselic conta que ele “dirigiu de Wahkiakum para Seattle e voltou e no caminho viu várias pessoas na estrada, mas nenhuma violência. “Dirigindo, passei por pessoas comuns que já estão estressadas pela covid e as mídias sociais e a televisão ficam exibindo imagens de colapso social.” 

Anthony Bolante / Reuters
O ex-baixista do Nirvana Krist Novoselic na abertura de uma exposição sobre a banda liderada por Kurt Cobain.

Em outro trecho, Novoselic reconheceu que Trump “não deveria enviar tropas [das forças armadas] para os estados - e ele pode nem ter força legal para isso”, mas o ex-baixista da banda liderada por Kurt Cobain termina elogiando o tom de  Trump em seu discurso como “forte e direto”.

Novoselic aponta uma “insurreição de esquerda” como mais uma prova de como os Estados Unidos estão polarizados politicamente. “Imagine se as chamadas ‘milícias patrióticas’ estavam criando esse tipo de inferno? Se fosse esse o caso, os esquerdistas aceitariam a intervenção federal”, observou Novoselic, que completou: “A maioria dos americanos quer paz em suas comunidades e o presidente Trump falou sobre esse desejo. Não importa os detalhes legais que poucos entendem - Trump disse que iria parar a violência e isso fala para muitos.”