COMPORTAMENTO
09/08/2019 13:21 -03

Como o esporte transforma uma cidade

A união entre sociedade civil, poder público e iniciativa privada é crucial para que projetos de recuperação de espaços esportivos rendam bons frutos.

Pablo Vaz

Os benefícios que o esporte proporciona à saúde são louvados em verso e prosa há anos. Mas há outro impacto que não pode ser negligenciado: como instalações esportivas públicas transformam positivamente a vida urbana — revitalizando áreas degradadas, dando propósito a espaços subutilizados, ou ajudando a melhorar o meio ambiente.

Para o arquiteto Henrique de Carvalho, a união entre sociedade civil, poder público e iniciativa privada é crucial para que projetos de recuperação de espaços esportivos rendam bons frutos.

“Se existe coesão entre os três grupos, a tendência é que o projeto seja bem-sucedido. A sociedade civil pode dar todas as informações a respeito do local e é ela que vai fazer com que ele seja usado ou não. Acho que o poder público tem que se colocar à disposição para que essas alternativas aconteçam, tem que desembaraçar os processos. E a iniciativa privada pode contribuir com papel de financiador e gestor mais responsável”, explica o arquiteto.

Um exemplo dos benefícios obtidos quando essa parceria dá certo é o projeto Burnkit. Liderado pela lenda do skate Bob Burnquist, a iniciativa contou com o apoio da BV para reformar cinco pistas em diferentes cidades brasileiras, tornando o esporte mais acessível a todos.

Até o momento, já foram entregues as pistas de Florianópolis, Belo Horizonte, Sapiranga (RS) e Rio de Janeiro — todas em parques públicos e abertos a toda a população. A próxima cidade beneficiada será Lauro de Freitas, na Bahia.

Ao longo da reforma, a BV consultou skatistas renomados, como Léo Kakinho e o próprio Bob, ídolo do skate mundial. Como ressalta o arquiteto Henrique de Carvalho, esse tipo de parceria é muito importante para entregar um produto de alta qualidade.

“O atleta vai ter uma sensibilidade maior para algumas características que serão importantes até para quem pratica o esporte somente por lazer. Também é importante consultar quem frequenta o local”, comenta.

No caso das pistas reformadas pela BV, com traçado de padrão internacional e materiais resistentes (como concreto queimado), a qualidade é tamanha que os locais passaram a sediar as etapas do Skate Total Urbe (STU), o campeonato nacional de skate. Yndiara Asp, um dos grandes nomes do skate brasileiro apoiada pela BV, foi campeã do torneio em Sapiranga, Florianópolis e Brasília e ressalta que a construção de pistas com esse padrão é uma das principais formas de fortalecimento do esporte.

Para as cidades, o benefício trazido pelas pistas vai além do lazer. “Colocar uma pista em área degradada para revitalizá-la é muito positivo”, explica Henrique. “Isso ajuda a garotada a assimilar um esporte e a desenvolver laços sociais, porque pistas de skate são locais de muito respeito. E isso tende a reduzir a violência do entorno”.

Benefícios em qualquer lugar

Outra iniciativa de Bob é o Burnkit, um kit modular com obstáculos duráveis e resistentes, que podem ser transportados com facilidade, permitindo a realização de manobras em qualquer espaço com piso liso. Como os obstáculos são soltos, é possível usar rampas, quarters e palcos para criar o circuito que a imaginação mandar. Com o apoio da BV, estes equipamentos serão doados a escolas públicas, onde podem transformar áreas como pátios e quadras em verdadeiros templos do skate.

“Isso é muito positivo, porque muitas áreas são carentes de equipamentos para a prática de skate. Ter materiais itinerantes permite levar os benefícios a diversas praças e escolas. “Em princípio, não há diferença entre um kit desse e uma pista oficial, a prática pode ser de alta qualidade com eles”, comenta Henrique.

Divulgação