ENTRETENIMENTO
25/06/2019 12:00 -03 | Atualizado 25/06/2019 12:10 -03

Emicida, Pabllo Vittar e Majur unem suas vivências no clipe inspirador de 'AmarElo'

♫ "Permita que eu fale, não as minhas cicatrizes." ♫

HuffPost Brasil
"AmarElo" é também o nome do próximo projeto de estúdio do rapp

Resistência e otimismo se misturam na mensagem de AmarElo, nova música do rapper Emicida lançada nesta terça-feira (25).

O single, que chega às plataformas digitais pouco mais um mês após Eminência Parda, também dá nome ao novo trabalho de estúdio do artista e conta com participações da drag Pabllo Vittare da cantora não-binária Majur.

Na canção, o trio intercala um trecho da letra de Sujeito de Sorte (“ano passado eu morri, mas esse ano eu não morro) - música de Belchior (1946-2017) lançada originalmente em 1976 -, com versos da poema Permita Que Eu Fale, (“permita que eu fale, não as minhas cicatrizes”), escrita pelo próprio Emicida.

“No primeiro passo desse processo, a nossa intenção era que as pessoas se sentissem grandes ao olharem no espelho. Agora, a ideia é que elas observem ao redor e se enxerguem maiores do que os seus problemas, independente de quais sejam”, explica Emicida no material de divulgação do novo single.

O clipe, que você acompanha em primeira mão no HuffPost Brasil, foi gravado no Morro do Alemão, no Rio de Janeiro. Além do trio de artistas, o filme reúne personagens que tiveram suas trajetórias marcadas por cicatrizes tanto externas quanto internas. Assista ao clipe de AmarElo no player abaixo:  

 

“A música é cheia de mensagens importantes, atuais e que retratam a diversidade, a luta e a força que vivemos todos os dias. O valor social que ‘AmarElo’ carrega é enorme e vai promover reflexões que precisam, cada vez mais, ser levantadas”, reflete Pabllo.

Majur comemora a parceria, afirmando tratar-se de um “marco” em sua carreira e também na música brasileira.

“É muita representatividade em um momento que precisamos ter voz. ‘AmarElo’ traz na sua poesia o retrato de um Brasil de multiplicidade e que ressignifica a sobrevivência de um povo que me identifico muito. Canta a busca por nosso lugar social”, afirma a artista. 

AmarElo ao vivo

A primeira performance ao vivo de AmarElo ocorrerá no MTV Miaw 2019.

Emicida, Pabllo e Majur subirão ao palco da premiação no próximo dia 3 julho; a atração vai ao ar no dia seguinte, às 22h (horário de Brasília).

Além do trio, Halsey, Heavy Baile, Anitta, Ludmilla, Anavitória, Vitor Kley, Kevin O Chris, Pocah e MC Rebecca também devem se apresentar na premiação.