Perdeu o eclipse? Aqui estão 9 fotos que capturam o instante em que o dia virou noite

Grande Eclipse Solar Sul-Americano foi visto por quem mora na costa da Argentina e do Chile, além de algumas partes do Brasil.
Chilenos preparados para assistir ao Grande Eclipse Solar Sul-Americano nesta terça (2).
Chilenos preparados para assistir ao Grande Eclipse Solar Sul-Americano nesta terça (2).

Cerca de 150 mil pessoas se reuniram no pequeno município de La Serena, no Deserto do Atacama, no Chile, para acompanhar o Grande Eclipse Solar Sul-Americano, que foi visto na tarde desta terça-feira (2) por quem estava nessa país, na costa da Argentina e também em partes do Brasil.

O fenômeno teve transmissão ao vivo da NASA. Em parceria com o Exploratorium, museu localizado em São Francisco (EUA), a agência norte-americana disponibilizou imagens do fenômeno em tempo real em seu site.

Cerca de 150 mil pessoas se reuniram para ver o fenômeno em pleno Deserto do Atacama.
Cerca de 150 mil pessoas se reuniram para ver o fenômeno em pleno Deserto do Atacama.

Entre os cientistas, o fenômeno também foi motivo de comemoração, já que marca o centenário do eclipse total que comprovou teoria de Einstein, uma das mais importantes para a ciência moderna.

Em 1919, um grupo de cientistas britânicos conseguiu comprovar a Teoria da Relatividade Geral de Albert Einstein a partir da observação de um eclipse em Sobral, no Ceará, e na Ilha do Príncipe, na África.

Estima-se que, no Brasil, esse evento - no qual a lua bloqueia os raios solares deixando visível apenas a coroa do sol - aconteça somente em 2045.

Veja algumas belas imagens do Grande Eclipse Solar Sul-Americano: