LGBT
24/12/2019 15:47 -03

Disney corta cena de beijo lésbico de 'Star Wars' em Cingapura

Segundo agência reguladora de Cingapura, o corte é uma medida para que mais crianças pudessem assistir ao longa.

A Disney cortou um beijo lésbico do mais recente filme “Star Wars”, um dos principais lançamentos da temporada de Natal, disse a agência reguladora de Cingapura nesta terça-feira (24), numa medida para que mais crianças pudessem assistir ao longa.

Duas coadjuvantes femininas se abraçam, mas não se beijam, na versão de “A ascensão de Skywalker” exibida em Cingapura, noticiou a mídia local.

Reprodução

“A requerente omitiu uma breve cena que sob as Diretrizes de Classificação de Filmes demandaria uma classificação [etária] mais alta”, disse à Thomson Reuters Foundation uma porta-voz da autoridade responsável pela avaliação de filmes em Cingapura.

A Disney, que é dona da LucasFilm, produtora de “Star Wars”, não respondeu aos pedidos de comentário sobre sua decisão de cortar a cena do último episódio da segunda franquia mais rentável da história do cinema.

O longa conclui uma história iniciada em 1977, quando o cineasta George Lucas apresentou a espectadores fascinados um jovem herói chamado Luke Skywalker e uma variedade de robôs, guerreiros furiosos conhecidos como Wookies e outras personagens exóticas.

O sexo entre homens é ilegal em Cingapura, com pena de até dois anos de prisão, embora a lei da era colonial britânica raramente seja aplicada. A legislação não se aplica às relações entre mulheres.

Sem a cena do beijo, o filme recebeu a classificação PG-13, que recomenda supervisão parental para crianças abaixo de 13 anos.