MULHERES
15/12/2019 17:46 -03 | Atualizado 16/12/2019 12:06 -03

Deputadas turcas cantam música anti-estupro chilena para protestar contra feminicídio

Dados não oficiais mostram que homens assassinaram 440 mulheres no país ano passado, mais do que o dobro do total de 2012

Deputadas turcas cantaram no Parlamento uma música chilena que tem sido adotada em manifestações ao redor do mundo para protestar contra a violência contra mulheres, e exibiram fotografias de mulheres assassinadas.

Dados não oficiais compilados por uma organização turca mostram que homens assassinaram 440 mulheres no país ano passado, mais do que o dobro do total de 2012, quando Ancara aprovou uma lei para proteger mulheres. A Turquia não mantém estatísticas oficiais de feminicídio.

Alguns grupos de mulheres atribuem o crescimento à falha da Turquia em implementar a legislação.

Semana passada, sete manifestantes foram detidos em Istambul, em um protesto chamado Las Tesis, batizado em homenagem a um coletivo feminista chileno que inspirou a música e coreografia “O estuprador é você”, usada em protestos em diversos países. Mais protestos desse tipo estão planejados para domingo em Izmir e Istambul.

No sábado, por volta de oito deputadas do principal partido de oposição, o Partido Republicano do Povo (CHP), bateram em mesas do parlamento em Ancara e cantaram a versão turca da música, enquanto colegas exibiram 20 imagens de rostos de mulheres que teriam sido mortas em episódios de violência doméstica.

Eleições nos EUA
As últimas pesquisas, notícias e análises sobre a disputa presidencial em 2020, pela equipe do HuffPost