POLÍTICA
19/03/2019 11:35 -03 | Atualizado 19/03/2019 12:50 -03

Olavo de Carvalho não está fazendo bem ao País, diz presidente do Senado

Em entrevista ao Roda Viva, Davi Alcolumbre pediu cautela a Bolsonaro e a seus filhos: ‘Como filhos do presidente precisam ter responsabilidade’.

Montagem/Getty/Reuters

Em entrevista ao programa Roda Viva, da TV Cultura, o presidente do Senado, Davi Alcolumbre(DEM-AP) fez uma análise sobre as influências que têm interferido nos rumos do governo do presidente Jair Bolsonaro (PSL). Ele afirmou que Olavo de Carvalho não está fazendo bem ao País, disse que o presidente tem exagerado nas redes sociais e pediu cautela aos filhos do presidente.

Davi, no entanto, destacou que Bolsonaro pautou sua carreira política com temas e opinões polêmicos. Apesar da ressalva, o senador disse que “nunca viu nada parecido”, com tantas crises em apenas 3 meses de governo.

 Assista a íntegra:

Presidente tem “exagerado” 

Para ele, o presidente tem exagerado em algumas publicações nas redes sociais. Recentemente, Bolsonaro perguntou aos seus seguidores o que é ‘golden shower’ (um termo popular - em inglês - para o fetiche de urinar na frente ou sobre o parceiro) e publicou um vídeo com conteúdo pornográfico, ao criticar o Carnaval. “Algumas postagens têm causado desconforto na sociedade.  Mas ele (Bolsonaro) não inventou agora essas condutas”, disse o presidente do Senado.

Algumas postagens (de Bolsonaro) têm causado desconforto na sociedade.Davi Alcolumbre, presidente do Senado Federal

Um dos filhos do presidente, o vereador Carlos Bolsonaro (PSC-RJ) dá auxílio ao presidente nas redes sociais e, assim como o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), tem feito declarações que também causam desconforto. Na avaliação de Davi, os filhos do presidente podem falar o que quiserem como parlamentares. “Mas como filhos do presidente precisam ter discernimento e responsabilidade.”

Para Davi, essas crises geradas pelos filhos do presidente “acabam atrapalhando”, em um momento em que é preciso diálogo. Outro que tem causado problemas, na opinião do presidente do Senado, é Olavo de Carvalho — amplamente elogiado pelo presidente que está em visita aos Estados Unidos.

“Ele (Olavo de Carvalho) tem influenciado muito. E no nosso entendimento esse escritor não está fazendo bem ao Brasil. Não pode uma pessoa que não está no nosso dia a dia fazer essas manifestações. E jogando contra o Brasil não vamos aceitar.”

Mesmo com críticas, o presidente do Senado se mostrou disposto a dar prioridade a principal pauta econômica do governo: a reforma da Previdência. A expectativa dele é que a proposta esteja aprovada ainda neste semestre legislativo, que encerra em dia 17 de julho.

Davi também minimizou a necessidade de fazer uma CPI para investigar o Judiciário. “Topo fazer um diálogo em relação à reforma e ao aprimoramento da questão do Judiciário. Não vejo nesse momento uma CPI do Judiciário e dos tribunais superiores. Não vai fazer bem para o Brasil.”