NOTÍCIAS
13/03/2020 17:53 -03

Brasil tem transmissão comunitária de coronavírus no Rio e em São Paulo

A partir deste momento, as autoridades adotam maiores restrições. Aos que estão voltando de viagem internacional, o Ministério da Saúde aconselha 7 dias de isolamento domiciliar.

Hector Vivas via Getty Images
No Brasil, há 98 casos do covid-19. 

Já não é mais possível saber o ponto inicial da difusão do novo coronavírus em casos no Brasil. Nos municípios do Rio de Janeiro e é São Paulo foram identificados infecções do covid-19 de transmissão sustentada, também chamado de comunitária. No caso de transmissões locais, entre as primeiras registradas no País, as pessoas haviam tido contato com pessoas contagiadas no exterior.

A partir desse momento, as autoridades aumentam a segurança a adotam medidas de maiores restrições. O Ministério da Saúde recomendou antecipação das férias escolares e ferramentas de educação à distância, assim como teletrabalho e reuniões por videoconferência. Aos que estão voltando de viagem internacional, a pasta aconselha 7 dias de isolamento domiciliar, mesmo se não apresentar os sintomas da infecção.

Além disso, as cidades com registro de transmissão comunitária terão condições de dedicar a maior parte do esforço na rede de serviços especializados. Os casos levem deixam de ser monitorados e exames regulares passam a ser feitos em todos os casos. As duas cidades que já se encaixam nesse requisito ficam liberadas de alimentar o banco nacional do Ministério da Saúde, mas ainda podem fazê-lo se quiserem. 

Até o momento, a plataforma oficial do ministério contabiliza 98 casos do covid-19, como se chama a infecção pelo novo coronavírus. Na quinta-feira (12), haviam 77 casos. A média de idade dos infectados é de 41 anos, 10% tem entre 60 e 69 anos e 5% mais de 69 anos — os idosos junto com pacientes com doenças crônicas foram o grupo de risco.

São 79 casos importados, 15 de transmissão local e 4 de transmissão comunitária, espalhados por 13 unidades da federação.

Em coletiva na tarde desta sexta-feira (13), a pasta informou que poderá publicada uma declaração de quarentena em unidade da federação que chegar a ter 80% dos seus leitos de UTI ocupados. A declaração será definida pelo gestor local segundo portaria 365 de 11/03/2020. Caberá ao gestor local decidir e pode ser para um quarteirão, rua, bairro. Não necessariamente cidade inteira.

Apesar da alta capacidade de disseminação do novo coronavírus, em cerca de 80% dos casos de contaminação, os sintomas aparecem de forma leve. Menos de 5% dos casos evoluem para um quadro grave. A principal preocupação é com idosos e pessoas com doenças crônicas. Em infectados com menos de 50 anos, a taxa de mortalidade é de menos de 1%.

O ministério também destaca que 90% dos casos podem ser atendidos em postos de saúde e que não é preciso buscar o pronto-socorro, caso os sintomas apareçam. Entre os sintomas estão coriza, febre, tosse e alguns problemas gastrointestinais.

Eleições nos EUA
As últimas pesquisas, notícias e análises sobre a disputa presidencial em 2020, pela equipe do HuffPost