NOTÍCIAS
15/02/2020 10:20 -03 | Atualizado 15/02/2020 12:07 -03

Confirmada 1ª morte por coronavírus na Europa

Vítima é um chinês de 80 anos de idade que estava internado em um hospital de Paris, na França.

Um turista chinês idoso hospitalizado na França morreu devido ao coronavírus, tornando-se a primeira fatalidade na Europa, disse a ministra da Saúde francesa Agnes Buzyn neste sábado (15).

A França registrou 11 casos do vírus, de um total global de 67.000. A grande maioria dos que sofrem com o vírus está na China. A epidemia já matou mais de 1.500 pessoas.

Buzyn disse que foi informada na sexta (14) que o homem de 80 anos de idade, que estava sendo tratado no hospital Bichat, no norte de Paris, desde 25 de janeiro, morreu de uma infecção pulmonar devido ao coronavírus.

“Esta é a primeira fatalidade do coronavírus fora da Ásia, a primeira morte na Europa”, confirmou Buzyn.

“Temos que preparar nosso sistema de saúde para enfrentar uma possível propagação pandêmica do vírus e, portanto, a disseminação do vírus pela França”, acrescentou.

Thierry Monasse via Getty Images
Ministra da Saúde da França, Agnes Buzyn, anuncia a primeira morte por coronavirus na Europa.

Buzyn disse que o chinês, originário da província de Hubei, chegou à França em 16 de janeiro. Sua condição deteriorou-se rapidamente e ele estava em estado crítico há vários dias.

Sua filha, que também está hospitalizada em Paris, não era mais motivo de preocupação para as autoridades de saúde e pode ser libertada em breve, disse o ministro.

Dos 11 casos na França, quatro pacientes foram tratados com sucesso e saíram do hospital. “Seis pacientes permanecem hospitalizados, mas não são mais motivo de preocupação hoje”, afirmou Buzyn.

Fora da China continental, houve cerca de 500 casos em cerca de 24 países e territórios. Até a morte na França, havia três mortes fora da China, uma no Japão, uma em Hong Kong e uma nas Filipinas.