Comida

10 temperos para ter em casa e como usá-los

Chef francês, Cédric Bourassin listou temperos e especiarias que todo cozinheiro iniciante deve usar no preparo de receitas básicas, mas saborosas.

Temperos e especiarias eram valiosíssimas há mais de 500 anos, na época das grandes navegações e descobrimentos marítimos, e continuam reinando nas criações de chefs renomados.

Em restaurantes, temperos fazem parte do cotidiano para dar o toque único nos pratos. Por que não aposentar os temperos prontos (cheios de sódio) e apostar naqueles naturais, frescos ou secos?

Para o chef Cédric Bourassin, do restaurante educacional Ecole hôtelière de Lausanne, universidade de gestão hoteleira, alguns temperos encontrados com facilidade em feiras de rua, empórios e supermercados têm o poder de deixar qualquer prato mais aromático e saboroso.

Mas, com tantas opções, quais são os mais versáteis e os melhores para usar no dia a dia?

O chef elencou 10 temperos e especiarias que todo cozinheiro iniciante deve ter em seu armário para o preparo de receitas básicas ― e também para novas experiências gastronômicas. Veja:

Pimenta-do-reino

Ela é um contraponto do sal e cai bem em quase todas as receitas. “A pimenta preta é um tempero saboroso que proporciona em pequenas doses uma boa combinação com pratos salgados”, sugere o chef. Receitas, como macarrão com lemon pepper ou frango frito, podem ficar ainda mais gostosos com uma pitada do tempero saudável.

Pasta de alho

Esqueça aquelas pastas prontas vendidas nos supermercados; elas são cheias de sódio e de outros aditivos químicos nada saudáveis. Em vez disso, faça você mesmo uma pasta que pode ser congelada e, assim, facilitar o preparo das receitas cotidianas. O alho congelado, inclusive, dá mais sabor ao prato do que o em pó.

″É uma ótima maneira de adicionar rapidamente o sabor do alho a uma receita ou você pode usá-lo também na mistura com outros temperos.”

Tomilho

“O tomilho é amadeirado, limonado e suave”, disse o chef. O tempero pode ser utilizado em carnes e ensopados, assim como no preparo de legumes.

Canela

Canela é usada em pratos doces ou em bebidas quentes, mas também pode ser usada em certos pratos salgados. “Use em doses muito pequenas no preparo do chili, molhos de tomate e outros produtos”, sugere Bourassin.

Orégano

Utilizado na Itália em nos outros países mediterrâneos, o orégano seco pode dar uma “vibração italiana” ao molho de tomate, assim como em pratos de origem grega ou mexicana.

Alecrim

Muito usada na culinária francesa, o alecrim é terroso, amadeirado e cheiroso, o que o torna um tempero ‘coringa’ para as mais diversas receitas.

Pimenta Caiena

Especiaria é ótima para adicionar sabor em qualquer prato ― seja no famoso chili ou em asinhas de frango, ela valoriza os sabores e os aromas dos pratos.

Cominho

Com gosto defumado e terroso, ele é ótimo em pratos étnicos, como o indiano, africano e sul-africano. “Um toque suave de cominho pode adicionar ardor e mais sabor a pratos inesperados, como ovos ou carnes grelhadas também”, acrescenta o chef Bourassin.

Noz-moscada

Uma das especiarias mais famosas, ela funciona bem com pratos doces e salgados. Porém, ela é obrigatória “para os molhos bechamel e outros pratos com queijos”.

Além disso, ela é muito usada em guloseimas que também contenham canela.

Páprica

Mais suave do que outras pimentas, a páprica acrescenta mais “calor” e textura aos pratos. “Você descobrirá que existem muitas versões diferentes, algumas com um sabor mais ‘quente’ do que outras”, finalizou o chef.