Comida

15 dicas preciosas na hora de organizar sua ceia de Natal

É como dizem: planejamento é tudo!

Todo o ano o mesmo dilema: como se preparar para organizar uma ceia?

Se você faz parte do time que não abre mão de ter uma mesa farta na noite do Natal (afinal, um dos principais objetivos da noite é comer), listamos algumas dicas para você ter em mente na hora do planejamento e também da execução.

Com ajuda de instruções Procon-SP, aqui estão 15 sugestões para um Natal delicioso:

Antes da ceia...

1. Planeje o cardápio

Não hesite em fazer listas detalhando cada ingrediente das receitas. Isso vai te ajudar a não gastar demais com coisas desnecessárias - e também te ajudar a não esquecer nenhum detalhe (muito menos das uvas passas!)

2. Faça uma pesquisa prévia

Compare os preços dos ingredientes em pelo menos três estabelecimentos. Também aproveite esse momento para averiguar se nenhum dos itens entra em promoção - mas cuidado com os “descontos” que não valem a pena e te obrigam a gastar mais do que o esperado.

3. Siga um orçamento

Parece óbvio, mas o mais importante é você estabelecer limites para os seus gatos e definir prioridades. Não tenha medo em pensar em substituições caso um dos ingredientes esteja muito caro.

Na hora da compra dos ingredientes...

4. Visite estabelecimentos

Faça questão de ir a mais de um estabelecimento para comparar preços e qualidade dos produtos. Preste atenção no manuseio dos alimentos, na higiene do local e no armazenamento.

5. Atenção ao prazo de validade

Verifique se a validade do produto ainda contempla a data da ceia. No caso de enlatados, por exemplo, veja se as embalagens estão estufadas, amassadas ou enferrujadas. Isso pode indicar que os alimentos estão contaminados, por exemplo.

6. Selecione as frutas

Prefira as frutas da época, geralmente elas estão com um preço melhor e podem substituir as frutas secas em algumas receitas, por exemplo.

8. Verifique o armazenamento das bebidas

Evite comprar as bebidas que estão armazenadas em locais quentes e abafados. Observe o rótulo e o líquido dentro das garrafas. No caso de vinhos e espumantes, é importante que a rolha esteja em boas condições. Em geral, dê preferência às garrafas que estão menos expostas à luz solar, pois isso também afeta a qualidade.

9. E também dos congelados

Carnes, em geral, precisam estar armazenadas em frigoríficos. Sinais com poças de água e gelo derretido muito próximo das geladeiras e freezers são indícios de que a refrigeração pode não estar adequada. Preste atenção se existem bolhas ou líquidos nas embalagens.

Não esqueça dos detalhes. O meio ambiente agradece

10. Não hesite em usar ornamentos do Natal anterior

Reciclagem é t-u-d-o!

11. Prefira comprar os produtos a granel

A regra é clara: Quanto menos plástico, melhor.

12. E as bebidas em garrafas de vidro

Um pote de vidro nunca é demais em uma casa.

13. Utilize sacolas retornáveis

Ou até mesmo caixas de papelão para carregar as suas compras.

E exija os seus direitos de consumidor!

14. Alimentos com problemas devem ser substituídos

Todo alimento ou bebida que apresentar problemas deve ser substituído pelo fornecedor. Em caso de impossibilidade da substituição, o valor deve ser ressarcido. O prazo de reclamação após a compra é de 30 dias.

15. E as promoções precisam ser validadas

Guarde os panfletos e folhetos de descontos. Eles servirão de comprovação dos descontos e ofertas divulgados por qualquer estabelecimento.