COMIDA
04/11/2019 02:00 -03

Por que você NUNCA deve lavar uma panela quente em água

E conheça a melhor maneira de limpar suas panelas e frigideiras.

Suas panelas e frigideiras oscilam em cima do fogão, sem ficar paradas sobre o plano? Quando você faz panquecas na frigideira, um lado sai queimado e o outro lado não frita completamente? Se isso acontece em sua casa, talvez você ande desobedecendo uma regra crucial da cozinha:

NUNCA coloque uma panela quente na pia e abra a torneira.

A maioria de meus colegas da redação a quem perguntei admitiu que põe as panelas e frigideiras quentes diretamente na pia e as enche de água e detergente, basicamente obliterando as partes queimadas. Parece funcionar muito bem, desintegrando essas partes de modo que não é preciso fazer força para limpá-las mais tarde, depois que o alimento queimado tiver esfriado e endurecido na panela. Quase todo o mundo faz isso. Mas não significa que seja o certo.

Isso vai acabar com suas panelas, com o tempo.

Quer uma prova? Conversamos com especialistas da All-Clad e Calphalon e eles explicaram a ciência por trás do seu comportamento destrutivo. Para não serem antipáticos demais, também deram alguns conselhos úteis quanto à melhor maneira de limpar panelas e frigideiras. De quebra, explicaram algumas outras coisas que você talvez esteja fazendo sem saber que podem estar contribuindo para estragar seus utensílios de cozinha. 

Por que você nunca deve colocar uma panela quente debaixo de água corrente

Imagine que você está completamente relaxado, imerso numa banheira de água quente. Agora imagine-se saindo dessa banheira de água quente e mergulhando seu corpo quente num lago gelado. A sensação não é boa, correto? Você comete algo semelhante com suas panelas quando as leva diretamente do fogão para a pia.

“Quando uma panela quente é colocada sob água fria, pode ocorrer um choque térmico, que estraga a panela”, disse ao HuffPost um representante da equipe de desenvolvimento de marca da Calphalon. “Quando a temperatura é reduzida rapidamente, a panela pode se deformar e rachar. Se ela se deformar, seu fundo deixará de ser plano e a panela não ficará corretamente posicionada em cima do fogão. Além da deformação, podem surgir pontos onde a panela esquenta mais ou menos, de modo que ela não vai se aquecer e cozinhar os alimentos de modo uniforme. Por isso, sempre deixe as panelas esfriarem naturalmente antes de lavá-las com água fria.”

Philicia Frasson, gerente de produtos da All-Clad, deu a seguinte explicação: “Os metais se expandem em volume minúsculo quando a panela é aquecida e se contraem quando ela esfria. São os fenômenos conhecidos como expansão térmica e contração térmica.” Ela explicou que uma frigideira de 10 polegadas de diâmetro (25 centímetros) se expande para cerca de 10,05 polegadas quando é aquecida até 205 graus centígrados e encolhe de volta às 10 polegadas quando volta para a temperatura ambiente. “Essa expansão e contração térmica é pequena demais para ser observada a olho nu, mas é uma característica importante dos metais que precisa ser levada em conta quando se cozinha.”

A solução é simples: tenha paciência! Espere sua panela voltar à temperatura ambiente antes de lavá-la.

gilaxia via Getty Images

“Quando a panela esfria naturalmente, ela recupera bem sua condição original”, disse Frasson. “Às vezes a deformação é temporária e a panela recupera sua forma original ao esfriar. É o caso especialmente de panelas robustas. Em outros casos, a deformação é permanente, especialmente quando as panelas são menos fortes ou são feitas de metal fino. De qualquer maneira, porém, qualquer panela corre o risco de ser danificada se for colocada repetidamente sob água fria quando ainda está quente.”

A melhor maneira de limpar suas panelas e frigideiras

Panelas de aço inoxidável

Segundo Frasson, o mais indicado é deixar suas panelas esfriarem gradualmente por alguns minutos e então colocá-las de molho na pia em água quente com detergente. Depois de ficarem no molho por alguns minutos, lave-as com uma esponja com detergente. As partes mais difíceis, onde houver resquícios de alimento queimado, podem necessitar um produto especial para a limpeza de artigos de aço. Outra opção é colocar a panela sobre o fogo com água e bicarbonato de sódio e esfregar as partes queimadas com uma colher de pau para soltar os queimados. Depois de lavar bem a panela, enxugue-a com um pano de prato macio.

Panelas antiaderentes

No caso das panelas de alumínio anodizado antiaderente, os especialistas da Calphalon sugerem que o melhor método é lavá-las manualmente. “Para lavar superfícies antiaderentes internas, use um detergente líquido e uma esponja ou escova macia”, aconselhou a equipe da Calphalon. “Para remover resíduos mais difíceis, use um detergente líquido e lave manualmente em água morna com detergente. Para lavar as superfícies anodizadas externas, use um detergente líquido e uma esponja macia.”

Mas você pode checar para ver se suas panelas anodizadas antiaderentes podem ser colocadas na máquina de lavar louça. Se sim, use detergente comum sem água sanitária nem aditivos cítricos.

Em HIPÓTESE ALGUMA lave suas panelas andiaderentes com esponjas abrasivas, Bombril, bicarbonato de sódio, água sanitária ou produtos de limpeza líquidos para louças ou pisos, pois esses produtos vão danificar o revestimento antiaderente.

Panelas de ferro

Os especialistas da Calphalon sugerem que depois de cozinhar você deixe sua panela de ferro esfriar completamente antes de lavá-la. E que a lave sem detergente ou sabão, que removem o óleo necessário para revestir panelas de ferro. Em vez disso, limpe sua panela com água quente e uma escova dura. Seque imediatamente com pano de prato para que ela não enferruje. Com a panela ainda morna depois de ser lavada com água quente, aplique uma camada leve de óleo vegetal ou óleo de cozinha em spray. Use papel-toalha para tirar qualquer excesso.

Outros hábitos comuns que podem estragar suas panelas

Preaquecer a panela demais ou por muito tempo. Frasson explicou que quando uma panela vazia –antiaderente ou não—é colocada sobre o fogo quente, pode alcançar a temperatura de cozimento ou mais que isso em muito pouco tempo. Quando um alimento é posto numa panela quente demais, pode queimar e grudar sobre a panela, dificultando a lavagem da mesma. E os revestimentos antiaderentes começam a se degradar em temperaturas superiores a 200-250 graus centígrados. Por isso é importante ficar atento ao preaquecer sua panela e colocar o alimento dentro dela antes que fique quente demais. 

Colocar sal numa panela de água antes de ferver. Muitos de nós cometemos esse erro. O sal se dissolve na água em alta temperatura; por isso o sal só deve ser acrescentado depois que a água ferve, possibilitando a dissolução rápida do sal, segundo Frasson. “Algumas pessoas colocam sal e água ao mesmo tempo e aquecem tudo junto. O sal fica parado no fundo da panela enquanto a água está esquentando. Os cristais de sal não dissolvidos são agressivos para os metais, podendo deixar manchas permanentes no fundo da panela.”

Frasson destacou que em casos extremos, quando uma panela é usada muitas vezes para aquecer sal não dissolvido, ela pode começar a apresentar pequenos furos ou depressões. Por esse motivo – para poupar suas panelas – a cadeia de restaurantes Olive Garden parou há alguns anos de cozinhar suas massas em água salgada. E acabou sendo alvo de críticas acirradas em função disso.

Usar utensílios de metal sobre interiores antiaderentes que não se prestam a isso. Algumas panelas antiaderentes não são prejudicadas quando se usam utensílios metálicos, mas não é o caso de todas. Vale a pena checar os rótulos das panelas.

Usar um spray antiaderente sobre uma panela antiaderente. Frasson explicou que isso é desnecessário e acaba criando uma camada em cima da superfície antiaderente.

*Este texto foi originalmente publicado no HuffPost US e traduzido do inglês. 

Also on HuffPost