Como se sair bem em uma entrevista de emprego online

Ainda que o processo tenha perdas e que a avaliação fique um pouco restrita, nada é desculpa para não se preparar.
Entrevistas virtuais de emprego passaram a ser expediente cada vez mais comum das empresas na hora de recrutar novos funcionários.
Entrevistas virtuais de emprego passaram a ser expediente cada vez mais comum das empresas na hora de recrutar novos funcionários.

Os processos de recrutamento e seleção não ficaram imunes à pandemia. As empresas tiveram que se reinventar e criar novas formas de avaliar seus candidatos à distância. As entrevistas virtuais não são exatamente uma novidade, já aconteciam com frequência antes da quarentena. A diferença agora é que esse modelo online tem sido usado com mais intensidade; em alguns casos, em nenhum momento da seleção há um encontro presencial.

A meu ver, a maior perda é não ter a conexão humana, a experiência daquela conversa presencial e do café que aproxima as pessoas. Mas há ganhos também nesse formato, como o aumento da agilidade.

O novo jeito de recrutar talentos não é unanimidade nos RHs. Já ouvi gestores dizerem que se adaptaram facilmente a esse formato e não reconhecem nenhum tipo de perda de qualidade. Já outros sentem falta da conversa presencial na qual é possível observar o comportamento e perceber características que vão além do que está sendo falado.

Ainda que o processo tenha perdas e que a avaliação fique um pouco restrita, nada é desculpa para não se preparar. Além de pensar no próprio desempenho, os candidatos agora precisam garantir que todos os recursos tecnológicos sejam usados da melhor maneira para não prejudicar a avaliação. Uma desatenção com um link pode colocar tudo a perder.

Pensando nisso, fiz um checklist de tudo que precisa ser preparado antes de um papo online.

Confira o passo a passo e garanta que tudo funcionará na sua próxima vídeo entrevista:

1. Busque saber qual a ferramenta será usada na entrevista. Skype, Microsoft Teams, Google Meet, Webex, WhatsApp? Cada um desses programas exige a instalação de um app diferente e tem seus próprios recursos. Se a opção da empresa for um software que você não conhece, instale antes e faça um teste. Assim, você evita que qualquer desconhecimento atrapalhe a entrevista.

2. Fique atento ao ambiente. O melhor é se posicionar de frente para a luz, assim a imagem na tela fica nítida para seu interlocutor. Em vez de ficar de costas para a janela, fique de frente. Preste atenção também no barulho e no movimento, que pode tirar a atenção. Tente ficar em um lugar reservado e silencioso. Vale também ter cuidado com a bagunça. Não é legal ter ao fundo uma cama desarrumada ou um guarda-roupas aberto e com roupas aparecendo.

3. Confira o nível de bateria. Prevenir é sempre bom. Considere que pode faltar energia no momento da sua entrevista, então, garanta que seu celular ou notebook têm bateria suficiente para aguentar toda conversa. Para o caso de haver problema com a banda larga de casa, tenha um 4G “positivo e operante” para manter a conexão.

Garantindo todos esses cuidados, a sua atenção na hora da entrevista ficará 100% voltada para o seu desempenho e não para fatores externos.

As boas práticas para o momento da entrevista de emprego não mudaram nas conversas virtuais. Pesquise antes sobre a empresa e tente abordar temas que permitam que você mostre seu conhecimento, pode ser um curso no qual a empresa foi citada ou uma reportagem que leu a respeito e te impressionou
positivamente.

Prepare-se. Faça a sua parte, garantindo que deu o seu melhor. A contratação nunca é garantida, mas seja qual for o resultado, a sensação será de dever cumprido.

Mais dicas para o momento da entrevista você encontra no meu Guia de Recolocação Profissional. Você pode fazer o download gratuito aqui. Baixe e confira!

Este artigo é de autoria de articulista do HuffPost e não representa necessariamente ideias ou opiniões do veículo. Assine nossa newsletter e acompanhe por e-mail os melhores conteúdos de nosso site.