OPINIÃO
16/04/2020 03:00 -03 | Atualizado 16/04/2020 03:00 -03

Onde você vai vender seu torresmo?

Período de crise no comércio por causa da pandemia não significa crise para todo mundo.

No último dia 4 de março o vendedor de torresmo e linguiças artesanais Ariton Fonteles, 42 anos, anunciou seus produtos na live do governador do Ceará, Camilo Santana. 

Reprodução/Instagram
Durante live do governo do Ceará, o vendedor de torresmo e linguiças artesanais Airton Fonteles aproveitou a chance.

Nas últimas semanas, a pergunta que mais ouço de palestras e reuniões que participo é: podemos vender em meio à pandemia do coronavírus? Podemos ter um tom comercial neste momento em que as pessoas estão sensíveis e precisando de ajuda?

A resposta é: depende.

De forma geral, o mais importante é fazer alguma coisa. Ficar parado olhando, como marca, não vem sendo uma boa opção. O medo de errar está fazendo com que muitas marcas esperem o cenário melhorar e segurem muito sua comunicação para não entrar na conversa de forma errada.

O problema é que não existe uma receita de bolo para isso, não existe uma forma 100% certa, existe a sua forma e você precisa ter coragem. Não é fácil, talvez você erre, mas você precisa comunicar, possivelmente precisa vender e terá que achar a “Sua live do Governador” para vender o seu torresmo.

Segundo as últimas pesquisas do FMCG (cesta de bens de consumo massivo), os números apontam para uma recessão no País devido à pandemia. Os dados mostram que 77% dos consumidores estão preocupados com a covid-19, 74% afirmam que só saem de casa para o que é extremamente necessário, enquanto que 27% destes afirmam que irão buscar alimentos mais saudáveis e nutricionais.

Em contrapartida, segundo dados da consultoria Ebit/Nielsen, as vendas online tiveram um aumento de 18,5% na primeira semana de abril. Entre os produtos que tiveram a maior percentual no crescimento estão os de casa e decoração (+23,5%), seguidos de informática (+22,3%), eletrodomésticos (+21%), eletrônicos (+20,3%) e telefonia (+12%).

O que podemos concluir é que sim, existem vendas acontecendo todos os dias, alguns setores estão tendo um aumento expressivo nas vendas online e talvez aí esteja o lugar onde você irá vender o “seu torresmo” nos próximos meses, no online. Seja pelo e-commerce, mas também via redes sociais, Whatsapp ou qualquer outro canal de venda online que sua empresa possa ter.

Entender seu consumidor, o que ele precisa agora, de que forma e como, será vital para manter as vendas sem parecer oportunista e insensível, não será fácil, mas o Airton vendeu todo seu estoque em menos de 24 horas e cresceu 700% seus seguidores nas redes sociais.

Em entrevista recente, Airton comemora um possível aumento de 500% nas vendas. “Com certeza, saí da crise.”

Este artigo é de autoria de articulista do HuffPost e não representa ideias ou opiniões do veículo. Assine nossa newsletter e acompanhe por e-mail os melhores conteúdos de nosso site.