14 coisas que talvez você não saiba sobre o miojo

6 - Nesta terça-feira é comemorado o Dia do Miojo.

1 - O miojo é tão popular que só no Brasil foram servidas 2,4 bilhões de porções do macarrão ano passado.

2 - E o Brasil é apenas o 10º país na lista dos que mais consomem o produto no mundo.

3 - Mas é o país que mais o consome na América Latina.

4 - No mundo foram servidas 106,4 bilhões de porções em 2019. Os dados são da Associação Mundial de Macarrão Instantâneo.

5 - Quando o G20, o evento do grupo formado pelas maiores economias do mundo aconteceu no Japão em 2019, foi preparada esta vitrine cheia de miojos para os convidados.

Esta é uma vitrine lotada de miojos na reunião do G20 em Osaka, no Japão. 
Esta é uma vitrine lotada de miojos na reunião do G20 em Osaka, no Japão. 

6 - Nesta terça-feira é comemorado o Dia do Miojo.

7 - Foi num dia 25 de agosto que o taiwanês Momofuko Ando criou o 1º macarrão instantâneo.

8 - Ele elaborou a receita em 1958 depois de ver grandes filas de japoneses em busca de comida por causa da Segunda Guerra Mundial.

9 - A ideia era criar um alimento barato, prático, seguro, gostoso e acessível. Parece que ele conseguiu.

10 - O miojo chegou ao Brasil só 7 ano depois, em 1965.

11 - O primeiro sabor de miojo foi o Chicken Lámen, que muita gente come até hoje.

12 - O miojo tem um museu só pra ele: o Cup Noodles Museum, que fica em Osaka, no Japão. Fica a dica para você visitar quando acabar a pandemia de coronavírus.

13 - Por lá você vai encontrar obras de artes como essa abaixo, que lembra a pop arte, com todos as embalagens de Cup Noodles da Nissin.

14 - E até uma estátua dedicada ao senhor Momofuko Ando, que morreu aos 96 anos na cidade de Ikeda, em Osaka, no Japão.