ENTRETENIMENTO
20/05/2020 10:55 -03

Cinema aposta em clássicos como 'E.T.' e 'O Mágico de Oz' para sobreviver na pandemia

Sem lançamentos, maior rede de salas do Japão apela para filmes que marcaram a história da sétima arte.

Liberadas pelo primeiro-ministro Shinzo Abe para abrir as portas mesmo em plena pandemia do coronavírus, algumas salas de cinema do Japão se depararam com um problema: O que iriam exibir?

Já que os estúdios e distribuidoras de Hollywood adiaram praticamente todos os grandes lançamentos para o final de 2020 (pelo menos por enquanto), a Toho Cinemas, maior cadeia de salas multiplex do país, apostou nos clássicos.

Entre os títulos exibidos em 10 salas abertas na última sexta (15) estão filmes como E.T. - O Extraterrestre (1982), Blade Runner, o Caçador de Andróides (1982), O Mágico de Oz (1939), Ben-Hur (1959), Amor, Sublime Amor (1961), Um Sonho de Liberdade (1994), entre outros.

Divulgação
O clássico "O Mágico de Oz" reestreia na telona depois de 81 anos de seu lançamento, em 1939.

Além de marcos do cinema americano, não deixou de lado o grande consumo interno para produções asiáticas. O Japão tem a terceira maior bilheteria local do mundo.

Segundo a revista Hollywood Reporter, a gigante dos cinemas japoneses também exibe animes de grande sucesso, como Your Name (2016), de Makoto Shinkai, o popular Shin Godzilla (2016) e o sul;-coreano Parasita (2019), Oscar de Melhor Filme em 2020.