ENTRETENIMENTO
07/03/2019 19:44 -03 | Atualizado 07/03/2019 19:49 -03

Cine Belas Artes, em SP, promove ciclo de grandes diretoras em março

Programação apresenta filmes de Sofia Coppola, Agnès Varda, Jane Campion e Lucrecia Martel.

Divulgação
'As Virgens Suicídas', de Sofia Coppola, é um dos destaques da programação.

O Cine Belas Artes (ex-Caixa Belas Artes), localizado no centro em São Paulo, terá uma programação especial durante o março – mês em que se comemora o Dia Internacional da Mulher. Em todas as sextas-feiras, sempre às 20h30, o cinema exibirá um título fora de circuito dirigido por uma cineasta mulher. 

A primeira sessão será neste dia 8. O filme: Cléo das 5 às 7 (1962), clássico da nouvelle vague realizado pela cineasta franco-belga Agnès Varda.

Veja o trailer:

Sinopse: Cléo talvez tenha câncer. Durante as horas que precedem o resultado do exame, ela perambula pelas ruas, cada vez mais angustiada. Num parque, ela conhece Antoine, um jovem militar que irá embarcar naquela própria noite para a Argélia. Junto dele, ela encontra o conforto que lhe faltava.

No dia 15 ocorre a exibição de As Virgens Suicídas (1999), elogiada estreia da cineasta Sofia Coppola, baseada no romance homônimo de Jeffrey Eugenides.

Veja o trailer:

Sinopse:  Durante a década de 1970, os Lisbon formam uma família saudável e próspera. O sr. Lisbon é um professor de matemática e sua esposa é uma rigorosa religiosa, mãe de cinco adolescentes, que atraem a atenção dos rapazes da região. Porém, quando Cecília, de apenas 13 anos, comete suicídio, as relações familiares se decompõem rumo a um crescente isolamento e superproteção das demais filhas.

A neozelandesa Jane Campion será prestigiada pelo Cine Belas Artes no dia 22, quando será exibido O Piano (1993). O longa conquistou três estatuetas no Oscar de 1994: Melhor Atriz, Atriz Coadjuvante e Roteiro Adaptado.  

Veja o trailer:

Sinopse: O piano retrata a trajetória de Ada McGrath, uma mulher que não fala desde os seis anos de idade e se muda para a Nova Zelândia recém-colonizada. Em companhia da filha, ela conhece seu futuro marido, com o qual não simpatiza. Para piorar a situação, o noivo, Alisdair Stewart, recusa-se a transportar o piano de Ada, que é sua maior paixão. Porém, o administrador George Baines, interessado em Ada, adquire o instrumento e promete devolvê-lo caso ela lhe ensinasse a tocá-lo. Com o tempo, as tais aulas de piano vão se tornando encontros íntimos e o casal acaba se apaixonando.

A última sessão do ciclo dedicados às grandes cineastas ocorre na sexta (29), com o filme O Pântano (2001), pérola do cinema argentino dirigida pela premiada cineasta Lucrecia Martel.

Veja o trailer:

 

Sinopse: Na Argentina, casal enfrenta um calor infernal em sua casa de campo, com os filhos adolescentes. Uma prima traz os filhos também. Quando a mulher sofre um acidente doméstico, os adultos vão para a cidade e os jovens ficam sozinhos.

O ingresso para qualquer sessão do ciclo especial custa R$ 20. Mais informações estão disponíveis no site do Cine Belas Artes.