08/11/2019 18:56 -03 | Atualizado 08/11/2019 18:56 -03

Ciência da Computação comanda as transformações do dia a dia

Entenda a importância da profissão escolhida pelo criador do Facebook

Unsplash
Entenda a importância da profissão escolhida pelo criador do Facebook

Você sabia que o criador do Facebook, Mark Zuckerberg, estudou Ciência da Computação? Pois é. Quem atua nessa área está longe de ser o chamado “nerd” de antigamente, que ficava por horas trancado em uma sala, isolado do planeta. O profissional de hoje pode desenvolver programas que facilitam o dia a dia da sociedade, gerenciar equipes de tecnologia, desenvolver soluções baseadas em Inteligência Artificial, implantar bancos de dados, desenvolver sistemas virtuais de segurança e até mudar o mundo, como Zuckerberg fez na década passada, ao criar a rede social mais famosa do planeta. Definitivamente, o céu é o limite a quem opta por esta área!

Este é um setor em que crescimento é uma palavra de ordem. Mesmo em tempos de crise, a demanda por profissionais da área é crescente. Além disso, faltam especialistas em Ciência da Computação no mercado brasileiro. Quem opta pelo curso pode trabalhar como analista de sistemas, em arquitetura de software, ensino e pesquisa, gerência de TI e analista de segurança de redes. Para quem gosta de programação e lógica, não há opção melhor no mercado. Afinal, o objetivo é colocar esses conceitos em prática para criar sistemas cada vez mais modernos e antenados com o que o mundo exige.

Inovação, curiosidade e criatividade são os pilares do perfil profissional de quem escolhe esse curso. Afinal, as possibilidades de atuação vão desde o aprimoramento de softwares já existentes à criação de soluções que utilizam inteligência artificial. Isso, aliás, possibilita a decodificação e compreensão de dados que, muitas vezes lidos de forma isolada, não podem representar algo. Mas, graças ao talento dos formandos em Ciência da Computação, são capazes de ampliar o conhecimento humano.

 

História

Se você está achando um exagero tudo o que leu até aqui, senta que lá vem história. Afinal, muitas vezes é preciso conhecer o passado para entender o presente. O pai da Ciência da Computação é o inglês Alan Turing, que morreu em 1954, aos 41 anos de idade. Com sua inteligência, ele ajudou a evitar milhões de mortes em plena Segunda Guerra Mundial sem disparar um tiro sequer. Como? Criando uma máquina assombrosa para a época, chamada de “a bomba”, com a qual conseguiu decifrar as mensagens dos inimigos alemães, que até então eram consideradas indecifráveis.

Graças ao seu talento e infinitos cálculos ao lado de uma equipe de especialistas da área, Turing criou uma máquina capaz de ler, em plena década de 1940, 50 mil mensagens dos alemães por mês, o que dá cerca de uma por minuto. Com isso, desvendou cada passo das tropas nazistas e até mesmo onde estavam posicionados os poderosos submarinos germânicos. Dessa forma, ele possibilitou aos aliados contra-atacar sempre a tempo e vencer as sangrentas batalhas que chegaram ao fim em 1945.

Deu frio na espinha? Uma responsabilidade e tanto, superada graças ao talento e raciocínio lógico. E que inspirou outros nomes históricos desta área de conhecimento, como Richard Stallman, Edsger Dijkstra e Donald Knuth.

 

Perfil

Quem deseja investir no setor deve ser persistente, curtir o processo de busca por soluções aos mais variados tipos de problemas, ler e pesquisar bastante, estudar inglês, idioma fundamental tanto para programar quanto para atuar em projetos no exterior e não ter medo de Matemática.

 

Serviço

Com quatro anos de aulas e atividades no moderno campus Santo Amaro, o Bacharelado em Ciência da Computação mostra ao aluno do Centro Universitário Senac toda a lógica da programação, como funcionam os sistemas autônomos, manipulação de dados, programação científica, computação gráfica e programação paralela.

Para fechar esse ciclo com chave de ouro, nada melhor que um Trabalho de Conclusão de Curso que permita que uma ideia nascida em sala de aula seja transformada em um projeto comercial pronto para ser absorvido pelo mercado, seja por meio de uma startup ou um outro modelo de negócio.

Com conceito 4 do Ministério da Educação (MEC), o Bacharelado em Ciência da Computação do Centro Universitário Senac oferece laboratórios modernos e alinhados com o que o mundo profissional exige, estágio monitorado, participação em oficinas técnicas que mostram novos caminhos no dia a dia do setor e possiblidade de intercâmbio com universidades de ponta no Equador, Espanha, Peru e Portugal. Sem dúvida, vida universitária é no Centro Universitário Senac.