ENTRETENIMENTO
26/02/2019 12:37 -03 | Atualizado 26/02/2019 12:58 -03

Cine Belas Artes pode fechar em 2 meses por falta de patrocínio da Caixa

Banco ainda não renovou apoio ao famoso cinema de rua do centro de São Paulo.

Reprodução/Instagram/Cine Belas Artes

O Caixa Belas Artes volta a se chamar apenas Cine Belas Artes a partir desta quinta-feira (28) e corre o risco de ser fechado. Isso porque o contrato de patrocínio do cinema de rua em São Paulo com a Caixa Econômica Federal, que venceu em dezembro passado, ainda não foi renovado.

Em entrevista à Folha de S. Paulo, o dono do Cine Belas Artes e ex-secretário municipal de Cultura, André Sturm, afirmou que sem o patrocínio o complexo de seis salas pode fechar as portas em dois meses. Esse é o prazo acordado com o proprietário do imóvel, cujo aluguel é estimado em R$ 2 milhões ao ano.

Em nota divulgada pelo Estadão, a Caixa confirmou solicitação de retirada da marca e informou que “os contratos de patrocínio do banco estão sob análise e que demandas relativas aos projetos culturais e seus desdobramentos são tratadas diretamente com os proponentes ou patrocinados”.

À Folha, Sturm destacou que o apoio da Caixa ao cinema não veio por meio da Lei Rounet e nem por “ato de caridade”. Segundo ele, ele funcionava por meio de uma operação de marketing lucrativa para o banco estatal. 

Inaugurado em 1967 na esquina da avenida Paulista com a rua da Consolação, o Cine Belas Artes é reconhecido por sua programação diversificada.

Em 2011, o cinema foi fechado, dando início a uma grande mobilização que chegou a reunir 90 mil assinaturas em prol da reabertura de sua reabertura. O espaço teve sua fachada tombada pelo patrimônio histórico estadual em 2013 e, um ano depois, reabriu as porta com o apoio e bandeira da Caixa. 

Na manhã desta terça (26), o Cine Belas Artes publicou em suas redes sociais uma nota na qual informa estar em busca de um novo patrocinador. “Caso você, cliente querido, tenha alguma sugestão, envie para nós ou marque o @ neste comentário oficial. É fundamental conseguir um novo parceiro”, diz o texto.

Veja abaixo: