ENTRETENIMENTO
01/09/2020 13:06 -03 | Atualizado 01/09/2020 13:46 -03

Filme sobre prisão de Caetano Veloso chega ao Globoplay em 7 de setembro

Documentário dirigido por Renato Terra e Ricardo Calil, "Narciso em Férias" é o único representante do Brasil no Festival de Veneza 2020.

O Globoplay, serviço de streaming da Globo, comprou os direitos de exibição de Narciso em Férias, documentário que aborda a prisão de Caetano Veloso no final dos anos 1960, durante a ditadura militar.

Com direção da dupla Renato Terra e Ricardo Calil (Uma Noite em 67), o filme chega à plataforma na próxima segunda-feira (7), mesma data em que fará sua estreia na 77ª edição do Festival de Veneza, fora da competição oficial.

No documentário, o cantor e compositor de 78 anos conta detalhes inéditos sobre o que viveu durante os 54 dias que ficou encarcerado.

Divulgação
Foto rara de Caetano Veloso na prisão é usada no cartaz de "Narciso em Férias".

Em 1968, Caetano e Gilberto Gil foram retirados de suas casas em São Paulo e levados para a prisão duas semanas pós o decreto do AI-5, medida que possibilitou uma escalada da repressão e do autoritarismo do regime no País.

Na época, a censura impediu que as prisões fossem divulgadas.

Em entrevista à revista Variety, o músico baiano falou sobre possíveis reações do atual governo ao filme. “Não tenho muito tempo para temer. Procuro concentrar minhas ações fazendo coisas musicais para iluminar mentes no Brasil. A questão é que pode haver algumas reações”, disse.

“Naquela época era uma ditadura que começou com um golpe, totalmente militar. Agora temos um governo que foi eleito e formalmente estamos sob uma democracia. Reações como punir ou censurar são mais difíceis de realizar.”

Assista ao trailer de Narciso em Férias:

Eleições nos EUA
As últimas pesquisas, notícias e análises sobre a disputa presidencial em 2020, pela equipe do HuffPost