É impossível não ter uma opinião sobre o cachorro-quente de pote

Quantos você comeria? Com ou sem purê?

Há alguns dias o cachorro-quente de pote surgiu no Twitter para mexer com o coração e as opiniões das pessoas.

O @vanderson_vsn gostou DEMAIS da novidade.

Já a Adriele acha que esse raio gourmetizador precisa passar longe do dogão.

Antes de continuarmos precisamos fazer uma análise criteriosa desta iguaria. Repare que nesta versão a batata-palha domina toda a cobertura.

A camada de pão na base do pote talvez possa prejudicar o bom andamento da experiência gastronômica pois é capaz de você acabar comendo o recheio todo antes e terminar só com o pão seco.

Já este pote dá mais espaço para a salsicha brilhar tanto na camada de cima quanto na debaixo. Creio que nesta versão a experiência fica completa para quem dá valor ao importante papel da salsicha no dogão.

Cachorro-quente de pote
Cachorro-quente de pote

Este terceiro pote é para aqueles que até gostam do recheio, mas curtem mesmo a maionese, a mostarda e o ketchup. Aqui os três vão dominar todas as garfadas dessa experiência gastronômica.

Depois dessa análise eu gostaria de lembrar uma experiência que fica faltando com o cachorro-quente no pote:

Bom, tem gente que ao mesmo amou e detestou tanto que tá achando que isso é obra dele:

No meio de tantas opiniões, a @Jade_rj apareceu na timeline dizendo que vende essa iguaria.

Ela até ensinou a receita. Vai encarar aí na sua casa?