NOTÍCIAS
02/02/2020 12:16 -03 | Atualizado 02/02/2020 17:50 -03

Brasileiros pedem ajuda a Bolsonaro para deixar China; governo promete trazer todos que querem sair de Wuhan

Governo brasileiro promete trazer todos que querem sair de Wuhan, na China, e submetê-los a quarentena.

Um grupo de brasileiros que vive na China lançou um apelo ao presidente Jair Bolsonaro para que o governo evacue seus cidadãos do país, que vive um surto do novo coronavírus 2019-nCoV. São mais de 300 mortes e 14 mil contágios até o momento no país.

“Nós, cidadãos brasileiros da cidade de Wuhan, escrevemos essa carta para solicitar o auxílio do governo brasileiro no retorno ao nosso país”, diz a carta aberta, publicada em formato de vídeo na plataforma YouTube neste domingo (2).

Os brasileiros citam que cidadãos de outros países, como Estados Unidos, França, Itália, Reino Unido e Japão, já foram retirados de Wuhan por via aérea, e dizem esperar que o governo Bolsonaro dê suporte para a repatriação dos brasileiros.

No vídeo, o grupo também diz que o governo chinês demonstra abertura para colaborar com as operações de evacuação de estrangeiros, assim como universidades locais indicaram explicitamente formas de retirada dos estudantes de outros países. Bolsonaro vem até agora descartando a possibilidade imediata de repatriação dos brasileiros.

Na última sexta-feira (31), ele disse que o governo estuda estratégias para buscar os brasileiros que vivem na China e querem retornar ao Brasil. No entanto, para isso ocorrer, seria necessário, antes, resolver entraves jurídicos e diplomáticos.

Resposta do governo

Em nota, o departamento de comunicação do Ministério das Relações Exteriores informou que o governo brasileiro adota medidas necessárias para trazer os cidadãos de volta ao Brasil.Veja a nota na íntegra:

“O governo brasileiro adota todas as medidas necessárias para trazer de volta ao Brasil os cidadãos brasileiros que se encontram na província de Hubei, especificamente na cidade de Wuhan, na China, região de origem da epidemia do coronavírus. Serão trazidos todos os brasileiros que se encontram naquela região e que manifestarem desejo de retornar ao Brasil.

Assim que chegarem ao Brasil, eles deverão ser submetidos a quarentena, de acordo com procedimentos internacionais, sob a orientação do Ministério da Saúde.

O Ministério da Defesa, por meio da Força Aérea Brasileira, trabalha na elaboração do plano de voo da aeronave, possivelmente fretada, que será enviada à China. Os detalhes da operação, que está sendo planejada, serão informados posteriormente. A Embaixada do Brasil em Pequim entrará em contato para prestar informações e organizar os procedimentos cabíveis.

Duas brasileiras, que se encontravam em Wuhan e também possuíam nacionalidade portuguesa, já embarcaram em voo francês que transportou cidadãos da União Europeia. Elas farão quarentena em Portugal.”