NOTÍCIAS
19/03/2019 13:59 -03 | Atualizado 19/03/2019 14:10 -03

Ao receber Bolsonaro, Trump promete apoio à entrada do Brasil na OCDE

Trump menciona possibilidade de "facilitar" vistos para brasileiros. Bolsonaro isentou, unilateralmente, os americanos de visto para o Brasil.

Carlos Barria/ Reuters/ Agência Brasil
O presidente dos EUA, Donald Trump, recebe Jair Bolsonaro na Casa Branca, em Washington.

O presidente dos Estados Unidos Donald Trump sinalizou ao presidente Jair Bolsonaro apoio à entrada do Brasil na OCDE (Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico). É de interesse do Brasil o apoio dos Estados para fomentar a economia. Prometeu ainda “mais cuidado em relação à Otan”.

A expectativa é que, nesta visita, o Brasil receba título de “aliado preferencial fora da Otan”, que dá acesso especial a políticas de cooperação, transferência de tecnologia e recursos na área de defesa.

Trump, no entanto, também ressaltou que um dos assuntos a serem tratados pelos dois será Venezuela. Diferente do que defende o Brasil, os EUA querem intervenção no governo de Nicolás Maduro.

“Eu sei exatamente o que eu gostaria que acontecesse na Venezuela. Vamos conversar sobre várias coisas, mas todas as opções estão na mesa. É uma vergonha o que está acontecendo na Venezuela, as mortes, a destruição, a fome. É difícil acreditar que um dos países mais ricos do mundo hoje é um dos mais pobres.”

ASSOCIATED PRESS
Bolsonaro entrega camiseta da seleção brasileira de futebol a Trump; Presidente americano também deu camiseta da seleção dos EUA a Bolsonaro.

De acordo com Trump, o relacionamento com o Brasil nunca foi melhor. “Houve bastante hostilidade em relação a outro presidente, mas nenhuma comigo. (…) Temos a melhor relação com o Brasil. Melhor que jamais tivemos. Acredito que nosso comércio com o Brasil vai aumentar substancialmente.”

Trump afirmou ainda que está trabalhando em várias questões prioritárias para o Brasil, como acordos na área de segurança e “também em vistos para funcionar com mais facilidade”. Na segunda-feira (18), o Brasil dispensou a exigência de visto para turistas americanos. 

Bolsonaro recebeu de Trump uma camisa de futebol da seleção americana e também o presenteou com uma camisa da seleção brasileira. A troca de gentilezas incluiu elogios de Bolsonaro a Trump.

“Tenho sim muita coisa em comum com o presidente Donald Trump, e isso é motivo para mim de orgulho e satisfação. Trump quer a América grande, e nós queremos o Brasil grande também.”

Bolsonaro também disse que até então o Brasil teve muitos presidentes antiamericanos, mas que a partir de 2019 a relação vai mudar.