NOTÍCIAS
06/03/2019 11:11 -03

Vídeo com pornografia postado por Bolsonaro é denunciado

Twitter usa filtro de "conteúdo sensível". Presidente pergunta o que é "golden shower".

Um tuíte do presidente Jair Bolsonaro, no qual ele mostra um vídeo com pornografia, está sendo criticado por internautas, que agora pedem que todos denunciem a publicação. Até o momento, o Twitter não removeu o conteúdo, mas a publicação recebeu um filtro alertando que é um “conteúdo sensível”. 

Na noite de ontem (5), Bolsonaro postou um vídeo de um homem se masturbando no meio da rua, durante um bloquinho de carnaval. O intuito da postagem é “alertar” o que foliões andam fazendo por aí para a população “sempre tomar suas prioridades”.

″É isto que tem virado muitos blocos de rua no carnaval brasileiro”, resume o presidente sobre a tradicional festa, em todo o Brasil, com um único e isolado vídeo.

Rapidamente vieram críticas de opositores e até mesmo dos próprios bolsonaristas. Apelidaram o presidente de “fiscal do Carnaval” e sugeriram a Bolsonaro se preocupar com assuntos relacionados à população. 

Além das críticas, muitas pessoas pediram para denunciar o tuíte como conteúdo impróprio.  

O Twitter considera conteúdo sensível qualquer mídia que seja pornográfica ou destinada a causar excitação sexual, como nudez total ou parcial (closes dos órgãos genitais, nádegas ou seios), simulação de ato sexual ou relação sexual.

Tais conteúdos não são barrados pela rede social, mas devem ser marcados como mídia sensível, que é uma espécie de filtro alertando ao usuário que a imagem ou vídeo pode conter algum destes casos citados acima.

Isso não foi feito inicialmente no vídeo postado por Bolsonaro. Segundo a Folha, só depois de duas horas a publicação foi colocada na marcação de conteúdo sensível.

Reprodução

Pela manhã, o assunto ainda era um dos mais comentados no Twitter. Pela hashtag #ImpeachmentBolsonaro, usuários alertaram que a divulgação de conteúdo impróprio na conta do presidente é considerado um crime de responsabilidade. 

Outras hashtags mais comentadas sobre o assunto, como #VergonhaDessePresidente e #GoldenShowerPresident, também brincam com a situação ― inclusive Bolsonaro chegou a perguntar o que era esse tal de “Golden Shower”. 

Em resposta, outros usuários criaram a hashtag #BolsonaroTemRazao para defender o presidente. 

Até o momento, o Twitter não retirou o conteúdo postado por Bolsonaro, e outras postagens do presidente continuam sendo publicadas normalmente.