NOTÍCIAS
07/07/2019 20:18 -03 | Atualizado 07/07/2019 20:47 -03

O dia em que Bolsonaro foi comemorar a taça da Copa América com os jogadores da seleção

As imagens mostram festa com os atletas e retração de Tite.

Divulgação/Planalto
Bolsonaro acompanhou o jogo da seleção ao lado do ministro Sérgio Moro. 

Em meio à crise em seu governo por causa de conversas vazadas que colocam em xeque a confiança da população no ministro da Justiça, Sérgio Moro, o presidente Jair Bolsonaro e o ex-juiz foram ao Maracanã assistir a final da Copa América.

Bolsonaro aproveitou a festa da vitória da seleção com o placar de 3 a 1 em cima do Peru para comemorar com os jogadores. Imagens divulgadas pelo próprio presidente mostram alegria dos atletas.

Também foram divulgadas imagens do presidente cumprimentando o técnico Tite, que se retraiu.

De acordo com o jornal O Globo, o presidente foi mais vaiado do que aplaudido na cerimônia de entrega do título.

O ato de Bolsonaro foi uma sinalização para mostrar popularidade, embora 51% da população não confia nele, de acordo com pesquisa CNI/Ibope.

Na sexta-feira (5), após publicação de mais uma reportagem que compromete Moro, Bolsonaro afirmou que deixaria na mão do povo dizer quem está certo.

“Pretendo domingo não só assistir à final do Brasil com o Peru. Bem como, se for possível e a segurança me permitir, iremos ao gramado. O povo vai dizer se nós estamos certos ou não”, disse na sexta.

Não é a primeira vez que o presidente tenta resolver questões do Executivo com base na opinião pública em um campo de futebol.

Assim que o site The Intercept começou a divulgar as conversas no início de junho, o presidente foi com o ministro a um jogo do Flamengo em Brasília. Na ocasião, ambos foram ovacionados.