NOTÍCIAS
03/01/2020 10:18 -03

Bolsonaro diz que tentou falar com Petrobras sobre impacto nos combustíveis após ataque dos EUA

Presidente disse que só irá emitir 'juízo de valor' sobre ataque dos EUA após conversar com o ministro Augusto Heleno, do Gabinete de Segurança Institucional.

ASSOCIATED PRESS
"Pediram para tabelar carne. Já fizemos essa política de tabelamento no passado e não deu certo”, disse a jornalistas sobre preço do combustível.

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta sexta-feira (3) que tentou falar com o presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco, sobre uma possível alta de combustíveis no País devido ao ataque dos Estados Unidos que matou o general Qassim Suleimani, comandante da força de elite iraniana Quds, mas não conseguiu.

Na saída do Palácio da Alvorada, Bolsonaro admitiu que a ação dos Estados Unidos vai impactar o preço do petróleo no mercado internacional, o que pode repercutir no Brasil. “Que vai impactar, vai. Agora, vamos ver nosso limite aqui. Porque, se subir, já está alto o combustível, se subir muito complica. Agora, o que eu gostaria que vocês fizessem é que mostrasse para o povo duas coisas: primeiro que eu não posso tabelar nada. Pediram para tabelar carne. Já fizemos essa política de tabelamento no passado e não deu certo”, disse a jornalistas.

O preço do petróleo no mercado internacional teve forte alta após o ataque. Irã e Iraque estão entre os maiores produtores mundiais.

Questionado sobre uma alternativa, que não fosse o tabelamento, para amenizar uma possível alta no preço dos combustíveis, o presidente disse que vai “conversar com quem entende”. Ele também afirmou que não conseguiu falar com o ministro da Economia, Paulo Guedes, nesta sexta. “Vou conversar com quem entende. O Brasil está dando certo porque eu não meto o bedelho em tudo. Busco informações”, concluiu Bolsonaro.

Quanto ao cenário político, o presidente disse que irá se reunir com o ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), Augusto Heleno, para se informar sobre detalhes do ataque. “Tive algumas informações ontem [quinta-feira] à noite, de madrugada. Vou me encontrar agora com o general Heleno para me inteirar do que realmente aconteceu. Daí por diante, emitir o meu juízo de valor”, afirmou.