NOTÍCIAS
07/09/2020 11:57 -03

Bolsonaro desfila sem máscara, causa aglomeração e é aplaudido em ato de 7 de Setembro

Mesmo com cancelamento do tradicional desfile pela Independência do Brasil, governo abre parcialmente ao público cerimônia no gramado do Palácio do Alvorada.

SERGIO LIMA via Getty Images
Jair Bolsonaro desfila com crianças em Rolls Royce por ocasião da Independência do Brasil.

Apesar do cancelamento do tradicional desfile de 7 de Setembro, o governo não deixou a data da Independência do Brasil passar em branco e organizou um ato no gramado do Palácio do Alvorada. O presidente Jair Bolsonaro e a primeira-dama Michelle Bolsonaro causaram aglomeração ao cumprimentarem as pessoas que foram ao local assistir à cerimônia de hasteamento da bandeira do Brasil, à execução do Hino Nacional e à apresentação da Esquadrilha da Fumaça.

Bolsonaro chegou ao local a bordo do Rolls Royce presidencial e rodeado de crianças. Ele não estava usando máscara, assim como alguns dos pequenos a seu lado. O presidente abanou para os apoiadores e chegou a tocar em alguns deles. Foi aplaudido e recebido com gritos de “mito”.

Já Michelle Bolsonaro estava de máscara, mas tirou selfies com parte do público. De acordo com o G1, o governo autorizou a participação de 800 pessoas para assistir ao avento.

SERGIO LIMA via Getty Images
Bolsonaro cumprimentou populares, mas não falou com a imprensa.

Autoridades sanitárias recomendam que as pessoas evitem fazer aglomeração para barrar a transmissão do novo coronavírus. Bolsonaro já testou positivo para o vírus e, desde o início da pandemia em março, insiste no comportamento de ignorar a máscara e ir às ruas ao encontro de multidões.

Após o fim da cerimônia, Bolsonaro caminhou de volta ao Alvorada. Mas chegou a cumprimentar um jovem sentado em cadeira de rodas, conforme relato da Agência Brasil, e novamente apertou a mão de apoiadores. 

Ele não fez pronunciamento nem falou com jornalistas.

O Brasil tem 4,13 milhões de casos de covid-19 e 126.650 mortes confirmadas por covid-19, de acordo com o último boletim do Conass (Conselho Nacioanl de Secretários de Saúde), divulgado neste domingo (6).

Eleições nos EUA
As últimas pesquisas, notícias e análises sobre a disputa presidencial em 2020, pela equipe do HuffPost