POLÍTICA
16/02/2019 14:06 -02 | Atualizado 16/02/2019 16:35 -02

Bebianno indica que vai deixar o governo Bolsonaro

“A tendência é essa, exoneração", disse o ainda ministro.

ASSOCIATED PRESS
"Saímos de qualquer lugar com a cabeça erguida", escreveu Bebianno em sua conta no Instagram na manhã deste sábado (16).

Ao que tudo indica, o Secretaria-Geral da Presidência, Gustavo Bebianno (PSL) vai mesmo deixar o governo de Jair Bolsonaro (PSL). E quem indica a saída é o próprio Bebianno.

De acordo com o jornal Folha de S. Paulo, o ministro disse a jornalistas neste sábado (16) que o presidente pretende demiti-lo na segunda (18). “A tendência é essa, exoneração. Eu quero ver o papel com a exoneração, a hora em que sair o papel com a exoneração é porque eu fui exonerado”, afirmou.

Na manhã deste sábado, o ainda Secretaria-Geral da Presidência já havia postado uma mensagem sobre lealdade, já indicando sua saída.

Reprodução/Instagram


Nos últimos dias, o jornal Folha de S. Paulo revelou que o PSL, partido do presidente Bolsonaro,
financiou candidaturas laranjas durante as eleições. Começou então, um jogo de empurra dentro do PSL, entre o presidente do partido, Luciano Bivar, e Bebianno, que presidiu interinamente a sigla durante as eleições.

No fim da tarde de sexta (15), Jair Bolsonaro recebeu Bebianno no Palácio da Alvorada. Em conversa com aliados, o presidente teria sinalizado o afastamento do Secretário para a próxima semana.