LGBT
12/03/2020 17:30 -03

Babu chama Daniel de 'viadinho' e fãs do BBB20 pedem #ForaBabu nas redes sociais

Em conversa com Prior na festa da última quarta-feira (11), o brother fez críticas a Daniel, e fez comentário considerado homofóbico.

Babu, até pouco tempo atrás, era um dos preferidos pelo público do Big Brother Brasil. Porém, na madrugada desta quarta-feira (11), durante a festa do líder desta semana, Pyong, o brother entrou na lista dos “cancelados”.

O ator, de 40 anos, chamou Daniel de “viadinho” em uma conversa com Prior. Nas redes sociais, a hashtag #ForaBabu está entre as mais populares. Babu, na mesma conversa, se referiu às mulheres da casa como um “cardápio”. 

Ao conversar sobre estratégia de jogo de Daniel com Prior, Babu afirmou: “tem que deixar ele falar sozinho. Esse pau no c* do c*ralho, desse veadinho... esse Daniel. Moleque escroto, mano!”. Assista ao momento:

Nas redes sociais, as críticas ao participante dividiram opiniões. Parte afirmou que ele apenas estava com raiva de Daniel e reagiu de forma exagerada - e lembraram de outros momentos dele no reality show.

Além disso, alguns usuários apontaram que outros participantes tiveram falas semelhantes às de Babu e não foram criticados nas redes sociais.

Por outro lado, outras pessoas apontaram o comentário dele como homofóbico e prejudicial à comunidade LGBT, por atribuir uma noção pejorativa e preconceituosa e negativa que é ser homossexual.

Outros participantes também destacaram a fala de Babu em relação a Pyong. Ele também se referiu a ele como “viado”, de forma negativa e agressiva.

Junto com Babu, Prior também foi “cancelado” nas redes sociais. As pessoas têm apontado ele como “desagradável”, preconceituoso e estrategista no jogo.

As polêmicas da ‘casa mais vigiada’ do Brasil

Desde o início desta edição do BBB, que é considerada “a casa mais vigiada do Brasil”, comportamentos dos participantes têm gerado discussão nas redes sociais que apontam racismo, machismo e homofobia dos participantes.

Além dos casos envolvendo Petrix, que foi eliminado com 80% dos votos e envolveu a Deam (Delegacia de Atendimento Especial à Mulher) do Rio de Janeiro ― comportamentos de Daniel e do hipnólogo Pyong, causaram desconforto às mulheres do reality show, assim como do público.

Logo no início da edição, participantes descobriram que os homens traçaram um “plano de sedução” contra as mulheres comprometidas do programa como estratégia de jogo para difamá-las perante o público.

Nesse contexto, Babu tentou explicar o que é feminismo para os colegas e a importância de ouvir mais as mulheres. Na época, ele explicou que a figura dominante na sociedade até hoje é o “homem branco rico”, mas que “chegou a hora de as mulheres terem voz”.

Eleições nos EUA
As últimas pesquisas, notícias e análises sobre a disputa presidencial em 2020, pela equipe do HuffPost