ENTRETENIMENTO
26/04/2020 01:25 -03

Eliminado no último paredão do BBB, Babu declara sua torcida para Thelma na final

"Thelminha é um exemplo para as meninas pretas do Brasil", disse o ator sobre a médica que disputa a final com Manu e Rafa.

Brother que sobreviveu a mais paredões na história do BBB, Babu não resistiu a sua 10ª berlinda e, na noite desse sábado (25), foi o último eliminado do reality antes da grande final, disputada por Manu, Rafa e Thelma

O ator recebeu 57, 15% dos votos do público, contra 31,41%% para Thelma e 11,44% para Rafa. “Muito obrigado ao Brasil. Se em algum momento eu me senti perseguido no jogo, por outro lado eu me senti muito amado por todos vocês”, disse o ator logo que deixou a casa do Big Brother Brasil.

O resultado confirmou uma tendência dessa temporada do programa, que teve as mulheres como protagonistas. Tanto que esta é apenas a 2ª vez que acontece uma final exclusivamente feminina. A outra foi no BBB 14, quando Vanessa Mesquita venceu, com Angela Munhoz em 2º e Clara Aguilar em 3º lugar.

“Abro aqui minha torcida para a Thelma. Ela é um exemplo para as meninas pretas do Brasil. É um símbolo desse BBB. Por mais que tivesse uma aliança com o Prior, o meu desejo é que a Thelminha ganhe. Um dia chegaremos em um lugar onde todos seremos iguais, mas ainda temos uma minoria de representatividade. Brasil, quem tem que levar R$ 1,5 milhão é Thelminha”, contou Babu à ex-BBB Fernanda Keulla em entrevista transmitida no Gshow.

Reprodução
Babu deixa a casa do Big Brother Brasil 20.

Sobre sua eliminação tão perto da decisão do reality, o ator confessou que já estava desgastado psicologicamente: “Entrei no jogo doido para ganhar esse milhão, mas o que eu mais queria nesse momento era o carinho da minha família de volta. [os paredões] Começaram a me fazer mal. Ainda mais aquele que eu tomei nove votos. Me machucou. Me desestimulou, mas a necessidade de ganhar o prêmio me deu forças. Mas minha família é muito mais valiosa que R$ 1,5 milhão. Sem desprezar o prêmio, lutei muito por ele, mas poder ver minha família de novo é tudo.”

Logo depois, Keulla lembrou Babu sobre as constantes brigas por comida e bagunça. “Não briguei por comida. Briguei por atitudes. Meus filhos me alertaram para isso, mas não tem como eu sair dessa sentimento de pai. Quando eu entrei na casa e vi aquela cozinha tão bonita, temos que valorizar. O que leva uma pessoa a raspar uma frigideira com garfo?! De deixar panela destampada?!”, se revoltou.

Aliás, por falar em revolta... O papo chegou em Daniel, um dos maiores desafetos do ator na  na casa. “Quando ele entrou, pensei: ’mais um ator, vou trocar ideia com ele. Mas ele entrou focado na Marcela e tava cagando para mim”, explicou Babu, quase surtou ao ver a cena em que Daniel colocou o dedo para medir a temperatura do café que ele, depois, bebeu. “Aaaaaah, não bota esse moleque do meu lado! Estou brincando, eu gosto dele, mas ele me deixava louco”.

O briga com grupo que Daniel fazia parte também marcou muito a passagem do ator pelo BBB 20. “Não queria fazer parte de um grupo seleto que mandava as pessoas que eles queriam para o paredão. Não sou bado. E olha que eu estava junto com o Pyong, mas quando ele falou que ia sair um, dois, três, não concordei. Aquela combinação de votos do Pyong acintosa. Porque o grupo dele combinava votos, sim”, explicou Babu. 

Mas ninguém incomodou mais o ator como a modelo mineira Ivy: “A Ivy teve um preconceito muito forte comigo. Quando eu estava simulando uma treta com o Pyong que ele estava errado, ela viu e me chamou de “monstro”. Por que eu era o monstro e o Pyong era a vítima? A Ivy não cruzava olhares comigo. Só fomos conversar depois do top 10. E se dizia conhecedora da minha história. Mas eu gosto de todos os participantes. Amo todos eles. Foi uma experiência especial na minha vida.”

Já sobre as outras duas finalistas, mesmo torcendo para Thelma, Babu fez questão de elogiar Manu e Rafa.

“Quando cheguei, parecia que a Manu entrou só para não recusar o convite. Que estava a passeio. Senti um pouco de arrogância quando ela era contrariada. Aí me afastei dela, mas ela é uma artista como eu e depois a gente se conectou. Aprendi muito com ela. Acho que ela pegou no tranco no jogo, mas pegou bonito. Quando estava todo mundo contra mim, ela me defendeu com palavras muito bonitas”, disse sobre Manu.

“A Rafa é uma pessoa elegante em todos os sentidos. Ela foi muito agregadora. De cara tive simpatia na Rafa. A gente sempre se entendeu, até nos desentendimentos.”