COMPORTAMENTO
07/12/2019 05:00 -03

Como montar uma árvore de Natal segura se você tem pet em casa

Será que abandonar a árvore de Natal é a única saída?

oxygen via Getty Images

Para quem tem um pet em casa, qualquer decoração natalina pode se tornar um convite à aventuras. Bolinhas, luzes e qualquer tipo de enfeites em geral tendem a chamar atenção dos animais, que não dispensam uma boa brincadeira.

Mais do que um motivo de divertimento para os animais, algumas peças decorativas podem se tornar um motivo de preocupação para os tutores, já que podem causar asfixia, engasgamentos, alergias e até choques nos pets.

Mas será que abandonar a árvore de Natal é a única saída? 

Calma, tudo pode ser adaptado. Aqui estão 5 dicas para você manter sua decoração natalina e os seus pets em segurança.

1. Preste atenção no tipo de material dos enfeites

Evite os enfeites de materiais como vidro, cerâmica ou que tenham muitos fios. Eles podem se enrolar no corpo dos animais e provocar asfixia.Também afaste a possibilidade de ter velas como decoração. Outra questão importante é não decorar a árvore com alimentos, especialmente os doces, já que fazem mal aos animais e possuem cheiro forte.

2. Prefira as árvores de Natal artificiais

Sabia que os pinheiros podem ser especialmente tóxicos para os seus gatos? Pois é. Nesse caso, escolha as árvores de Natal que simulam as naturais, mas que são feitas de plástico. Caso o seu bichinho resolva come-la, obviamente els não será tão segura assim, o que nos leva ao próximo tópico...

3. Prefira uma árvore menor, em um local de difícil acesso para os animais

Uma opção é adaptar o local em que você vai montar a sua árvore. No lugar de colocá-la no chão, por exemplo, que tal dispor a decoração em cima de uma mesa ou outro móvel? Se possível, deixe a árvore montada em um aposento da casa que possa ser trancado à noite, assim o animal não vai interagir com os enfeites sem a sua supervisão.

4. Escolha uma base que mantenha a árvore no lugar

Mesmo se a sua árvore for artificial, é importante que ela tenha uma base sólida e firme que a mantenha no lugar, assim você evita que o pet derrube toda a decoração ou cause maiores acidentes. 

5. Considere não decorar a árvore imediatamente

Calma, sem desespero. A ideia aqui é você promover uma espécie de adaptação. Sem os enfeites, e com a sua supervisão, o seu pet poderá observar, cheirar e matar a “curiosidade” em relação à árvore - até que ele perca o interesse. Aqui, vale a tentativa de ser firme e dizer “não” toda vez que o pet se aproximar da árvore, assim ele vai entender que não é bem-vindo naquele local.