COMPORTAMENTO
22/10/2019 03:00 -03

Por que dizer a alguém com ansiedade para 'apenas respirar' nem sempre é útil

Terapeutas explicam como a frase bem-intencionada pode piorar algumas situações.

Se você já fez terapia ou já experimentou uma crise de ansiedade, provavelmente você entende a importância da respiração e os efeitos benéficos que ela traz para a nossa saúde mental.

A respiração profunda pode diminuir e ajudar a controlar a frequência cardíaca e, com isso, ela também consegue acalmar a nossa mente.

Mas isso não significa que pedir para alguém respirar fundo é a estratégia ideal em todos os momentos em que nos sentimos muito ansiosos. 

Conversamos com alguns terapeutas e pedimos para que eles explicassem porque a respiração nem sempre é suficiente.

Pode parecer que você está minimizando a situação do outro

Emir Memedovski via Getty Images

Quando você está mergulhado em uma bola-de-neve de pensamentos ansiosos, ouvir alguém te pedindo para respirar, mesmo que seja carregado da melhor das intenções, pode parecer que está menosprezando a sua experiência.

A psicóloga Melissa Fisher Goldman disse que as pessoas geralmente têm uma reação brusca em relação à ansiedade sentida pela outra pessoa e, por impulso, querem tentar ajudar a situação.

“Às vezes, quando alguém está ansioso, não é o momento certo para dizer ‘respire fundo’. Você está sugerindo que o sentimento deles não é bom e que é hora de se acalmar, como se houvesse alguma solução fácil. Mas, às vezes, não estamos prontos ou nem queremos ficar ‘sem’ a emoção que estamos tendo”, explicou.

Se você menospreza emoções como a ansiedade, você pode ajudar a estigmatizar um problema que afeta muitas pessoas.. Além disso, tentar suprimir uma emoção pode ter consequências indesejadas.

“Queremos garantir que processemos o que estamos sentindo e respeitemos a sensação que estamos tendo. Quando pressionamos alguém para parar de sentir algo, o sentimento tende a voltar com mais força depois ”, disse Goldman.

Você pode estar piorando os pensamentos ansiosos

Os pensamentos ansiosos e negativos geralmente funcionam como um ciclo e eles se retroalimentam, de acordo com a terapeuta Racquel Jones. “Então, você está dizendo: ‘Respire fundo e ficará bem.’ Mas suponha que a pessoa faça isso e que não fique bem, e aí?”, questionou.

“O problema da ansiedade é que, se você sente que o que você tentou não deu certo, isso faz com que você pense: ‘Bem, nada dá certo e tudo dá errado’ e aí é que você entra em um ciclo ainda maior de pensamentos negativos”, acrescentou Jones.

Respirações profundas podem não ser a melhor técnica 

Existem muitos exercícios quem envolvem a respiração e podem acalmar o corpo e mente, mas, como explicou Goldman, “nem todos funcionam da mesma maneira para todo mundo”.

Assim, enquanto algumas pessoas podem se beneficiar de respirações profundas, outras não.

Goldman acrescentou que certas pessoas podem preferir a “respiração contada”, onde você inspira lentamente uma contagem de três, segura uma por uma e expira por cinco.

Outras, disse ela, podem se beneficiar da respiração em que você inspira pelo nariz e expira pela boca, ou vice-versa.

Eles podem estar em uma situação em que a respiração profunda simplesmente não ajuda

Marjan_Apostolovic via Getty Images

Jones citou um caso prático em que o conselho “apenas respire” pode não ser útil: quando alguém fica ansioso enquanto está dirigindo ou realizando  qualquer outra atividade que exija toda a sua atenção por uma questão de segurança.

Goldman apontou que a respiração controlada exige muito foco. A ideia é pensar apenas nos seus padrões de respiração para que você possa acalmar sua mente e distrair a sua ansiedade.

Você pode não ser a pessoa certa para ajudar nesses momentos

“Muitas vezes acho que o que está acontecendo quando alguém diz a seus amigos ‘apenas respire’ é que eles estão começando a sentir a ansiedade de seus amigos”, disse Goldman. E se você também estiver ansioso ou agitado, talvez não seja a melhor pessoa para ajudar alguém a se acalmar.

O que fazer quando uma pessoa querida se sente extremamente ansiosa

Rawpixel via Getty Images

Isso não quer dizer que exercícios respiratórios não sejam ferramentas super importantes quando se trata de controlar a ansiedade. 

Os terapeutas foram incisivos em afirmar que se alguém está realmente tendo um ataque de pânico ou uma grave crise de ansiedade, ajudá-los a respirar é crucial.

No entanto, se pedir para alguém respirar fundo é insuficiente, você também pode ajudá-lo de outras formas.

Por exemplo, você pode simplesmente oferecer a sua ajuda, dizer que está à disposição para ouvi-los e até mesmo respirar junto com eles, no lugar de simplesmente pedir que eles façam isso. 

“Eu também faço exercícios de respiração”, acrescentou Jones. “Você fecha os olhos, coloca as palmas das mãos sobre os joelhos e tenta fazer alguma meditação ou visualização onde você pensa em algum lugar onde esteja em paz.”

Por fim, se você puder oferecer suporte sem dizer a alguém o que eles devem fazer, será uma ajuda muito maior para a pessoa que está vivendo um momento de ansiedade.

*Este texto foi originalmente publicado no HuffPost US e traduzido do inglês.