ENTRETENIMENTO
14/06/2019 09:05 -03

Cinema de Pedro Almodóvar é o tema de nova edição do Noitão do Belas Artes

Programação da maratona cinéfila em São Paulo exibe "Dor e Glória" e filmes-surpresa do diretor espanhol.

Divulgação
Asier Etxeandia, Pedro Almodóvar e Antonio Bandeiras nas filmagens de Dor e Glória.

Fãs de Pedro Almodóvar, preparem-se! Aproveitando o lançamento de Dor e Glória, o Cine Belas Artes traz, nesta sexta-feira (14), um Noitão todo dedicado ao diretor espanhol.

Seu 21º filme, Dor e Glória foi um dos destaques da última edição do Festival de Cannes. Muito elogiado pela crítica e público na Croisette, a produção marca a volta da parceria com o ator Antonio Bandeiras, que, aliás, levou o Prêmio do Júri por sua atuação no longa.

A maratona noturna - que começa às 23h30 e segue noite adentro até a manhã do sábado (15) - ainda inclui outros títulos de Almodóvar, mas, diferentemente do que acontece normalmente no evento, todos eles são “filmes-surpresa”, que o público só saberá no momento da exibição.

Dor e Glória narra uma série de reencontros de Salvador Mallo (Antonio Banderas), um diretor de cinema em decadência física e emocional. Por conta da exibição de uma versão restaurada de um de seus filmes mais famosos, ele vai atrás de Alberto Crespo (Asier Etxeandia), estrela do tal filme com quem ele não fala há 35 anos. No encontro, o vício em heroína de Crespo acaba influenciando Salvador a experimentar a droga.

Entre uma “viagem” e outra, ele relembra de sua infância nos anos 1960, seu relacionamento com sua mãe, seu primeiro desejo, seu primeiro amor adulto e a dor do fim desse amor. E é dessa retrospectiva interna que ele busca forças para dar um novo norte à sua vida.

Além de Banderas, o filme reúne diversos nomes já conhecidos do universo do diretor, como Penélope Cruz, indicada ao Oscar por Volver (2006);  Cecilia Roth, protagonista de Tudo Sobre Minha Mãe (vencedor do Oscar de Melhor Filme Estrangeiro em 2000); e Julieta Serrano, de Mulheres à Beira de um Ataque de Nervos (1988). Também estará na telona o argentino Leonardo Sbaraglia, que trabalha pela primeira sob a batuta de Almodóvar.

A programação é dividida entre três salas que exibem Dor e Glória como o primeiro filme da maratona. Cada uma dessas salas é classificada por uma cor característica da filmografia do cineasta espanhol: laranja, amarela e vermelha.

Como é de praxe no Noitão, os “sobreviventes” da maratona ganham um kit de café da manhã ao final das últimas sessões.

Serviço

Noitão “Cores de Almodóvar”

Local: Cine Petra Belas Artes (R. da Consolação, 2423 - Consolação).
Data: 14 de junho (sexta).
Horário: 23h30,
Ingressos: No site do Petra Belas Artes e na bilheteria.
Preços: R$ 38 (inteira) e R$ 19 (meia)