NOTÍCIAS
10/08/2019 17:32 -03

Alemanha suspende investimento milionário na Amazônia por causa de alta no desmate

Em julho, o crescimento no desmatamento foi de 278% comparado ao mesmo mês do ano passado.

Nacho Doce / Reuters

O constante crescimento no desmatamento na Amazônia fez com que a Alemanha decidisse suspender parte do investimento em projetos para a proteção da floresta e da biodiversidade.

O anúncio foi feito pela ministra do Meio Ambiente, Svenja Schulze, ao jornal “Tagesspiegel”, segundo a Agência Deutsche Welle.

“A política do governo brasileiro na região amazônica deixa dúvidas se ainda se persegue uma redução consequente das taxas de desmatamento”, disse.

Inicialmente, segundo a reportagem, a ministra disse que serão suspensos projetos de 35 milhões de euros, o equivalente a R$ 155 milhões.

De acordo com a Folha de S.Paulo, o corte de recursos não atinge o Fundo Amazônia.

O Tagesspiegel destaca que o lobby do agronegócio apoia o presidente Jair Bolsonaro. Ressalta ainda que cerca de 17% da floresta desapareceu nos últimos 50 anos e que uma perda de 20% a 25% poderia fazer com a Amazônia entrasse em colapso.

O desmatamento na Amazônia vem crescendo nos últimos meses. Em junho houve um crescimento de 88% em comparação ao mesmo período do ano passado e em julho, foi de 278% — também em comparação ao mesmo período do ano anterior.

O presidente tem brigado com os dados de desmatamento no País. Recentemente, ele os desacreditou. Disse que os números do Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais) sobre desmatamento são incorretos. 

O sistema do Inpe é reconhecido mundialmente, com monitoramento diário de desmatamento e detecção de queimadas.

Na ocasião, o presidente afirmou que deseja “preservar o meio ambiente mas não vamos entrar na psicose ambiental”.