ENTRETENIMENTO
08/12/2019 03:00 -03

'A Pequena Sereia': 30 coisas que você não sabia sobre esse clássico da Disney

Uma das animações mais amadas pelos fãs comemora seu 30º aniversário.

Um dos clássicos da Disney mais amados de todos os tempos, A Pequena Sereia, completou 30 anos este ano.

Desde que foi lançado, em novembro de 1989, o filme ficou famoso por seu estilo inimitável, suas músicas como Under The Sea e Part Of Your World e, é claro, seus personagens icônicos como Úrsula, Sebastian e a heroína, Ariel.

Mas mesmo que você já tenha assistido ao filme um milhão de vezes (ou até mais, como é o nosso caso), ainda há algo de novo para observar a cada vez. Veja 30 coisas que você talvez não soubesse sobre esse clássico querido.

Moviestore/Shutterstock
Cena de "A Pequena Sereia".

1. Hoje consideramos o filme um clássico, mas antes de ser lançado, as expectativas em relação a A Pequena Sereia eram baixas

Isso porque o filme foi lançado no final de um período fraco para a Disney, se bem que as coisas já tivessem começado a melhorar com o lançamento de Oliver e Seus Companheiros, em 1989. E o ex-presidente da Disney Jeffrey Katzenberger receava que o fato de ser um “filme para meninas” (suspiro profundo!!!) pudesse prejudicar seu sucesso.

No final, A Pequena Sereia deslanchou um renascimento da Disney nos anos 1990, que incluiu outros sucessos como AladdinA Bela e a Fera e O Rei Leão.

2. Na realidade, desde a década de 1930 a Disney vinha planejando adaptar A Pequena Sereia para o cinema

Pouco depois de lançar Branca de Neve, Walt Disney revelou sua intenção de criar um filme antológico dividido em três partes, algo no estilo dos especiais de Halloween de Os Simpsons. Cada parte seria baseada em um dos clássicos contos infantis de  Hans Cristian Andersson. O projeto acabou arquivado por diversas razões, entre elas uma greve dos animadores e a mudança de ênfase do estúdio em função dos filmes de propaganda política da Segunda Guerra Mundial.

Moviestore/Shutterstock
"A Pequena Sereia" ainda é um dos filmes mais amados da Disney.

3. Part Of Your World é a música mais conhecida do filme, mas por pouco não chegou a ser incluída

O feedback inicial de plateias sugeriu que as pessoas achavam a balada entediante, levando Jeffrey Katzenberg a pedir que fosse cortada. Mas Howard Ashman teria dito à Disney que se demitiria se a canção fosse cortada.

A decisão de manter a canção foi tomada depois que os diretores de A Pequena Sereia, Ron Clements e John Musker, lembraram a Katzenberg que a MGM havia cogitado em cortar Over The Rainbow de O Mágico de Oz pelo mesmo motivo.

4. Inicialmente os diretores tinham uma visão muito diferente para a canção

Num primeiro momento, os diretores Clements e Musker queriam que a dupla  Howard Ashman (letrista) e Alan Menken (compositor) criassem uma balada que Ariel poderia cantar diante de uma estátua do príncipe Eric, no começo do filme. Mas Ashman e Menken insistiram que a canção falasse dos sonhos de Ariel de sair do mar e tornar-se humana, comparando-a a uma canção do tipo Eu Quero dos musicais clássicos do teatro.

5. A ideia original era que o refrão cantado por Ariel fosse mais pessimista

Depois de salvar a vida de Eric e apaixonar-se por ele, Ariel canta o último refrão de Part of Your World, dizendo: “I don’t know when, I don’t know how, but I know something’s starting right now… watch and you’ll see, someday I’ll be part of your world” (Não sei quando, não sei como, mas sei que alguma coisa está começando agora. Espere para ver, um dia vou fazer parte de seu mundo.)

A ideia original era que o refrão tivesse um tom mais pessimista, com Ariel cantando em tom melancólico “nunca vou fazer parte de seu mundo”, mas isso foi mudado a pedido dos diretores, para os quais esse pessimismo não condizia com a determinação e persistência de Ariel.

6. Durante Part Of Your World, Ariel pergunta “o que é fogo?”, olhando para uma pintura real

A tela em questão, fãs da arte, é “Madalena com a chama fumegante”, de George de la Tour, pintada no século 17.

Disney
Ariel com a pintura em questão durante “Part Of Your World”.

7. A aparência de Ariel foi inspirada em parte em Alyssa Milano

A atriz então adolescente estava sendo vista na época na sitcom americana Who’s The Boss?. Mais tarde ela apresentou um especial de TV sobre o making of de A Pequena Sereia.

Fato interessante: quem inspirou o cabelo de Ariel foi a astronauta americana Sally Ride, depois de os animadores verem imagens de como seus cabelos se moviam quando ela estava no espaço.

8. Há uma razão por que Ariel é ruiva

Na verdade, houve uma disputa entre os chefes do estúdio, que queriam que Ariel fosse loira, e os animadores, para os quais os cabelos ruivos formariam um contraste maior com sua cauda verde. No final foi decidido que ela ficaria com a cabeleira ruiva que hoje conhecemos e amamos para diferenciá-la da personagem de sereia feita por Daryl Hannath em Splash! Uma sereia em minha vida, sucesso alguns anos antes.

9. Bea Arthur recusou o papel de Úrsula porque estava ocupada com Supergatas, mas várias outras atrizes foram aventadas

Após a recusa de Bea Arthur o papel foi confiado à lenda da Broadway Elaine Stritch, que acabou desistindo do projeto devido a desavenças com a equipe musical. Depois disso, Roseanne Barr e Jennifer Saunders fizeram testes para o papel. Saunders acabou ganhando um papel em Shrek 2 quase 15 anos mais tarde, quando Steven Spielberg ouviu a gravação de seu teste.

Enquanto isso, Jim Carrey, que ainda não era famoso na época, fez um teste para o papel do príncipe Eric. E Patrick Stewart teve que recusar o papel do rio Tritão por conflitos de cronograma com seu trabalho em Jornada nas Estrelas.

Jordan Strauss/Invision/AP
Jim Carrey tinha pouco mais de 20 anos quando fez um teste para "A Pequena Sereia".

10. O papel do príncipe Eric acabaria sendo dado a Christopher Daniel Barnes, que tinha apenas 17 anos quando gravou as falas

O ator e dublador hoje é conhecido sobretudo por seu trabalho na franquia Homem Aranha.

11. Jodi Benson é a única atriz que fez a voz de Ariel em trabalhos da Disney

Ela foi a voz da personagem em dois filmes subsequentes e também quando Ariel teve pontas em programas de TV, videogames e em parques temáticos Disney. Em 2011 Jodi Benson foi reconhecida como Lenda Disney, engrossando as fileiras de Angela Lansbury, Robin Williams e Julie Andrews.

12. Jodi teve uma boa ideia para se ajudar a entrar no clima de Ariel quando estava gravando Part Of Your World

Ela pediu para as luzes serem reduzidas ao mínimo na sala de gravação, para ela realmente entrar no clima de uma garota que tinha passado toda a vida debaixo d’água.

Disney
As filhas do rei Tritão.

13. As irmãs de Ariel só aparecem de passagem, mas preste atenção a seus nomes

Todas as seis irmãs de Ariel têm nomes incomuns, e há histórias interessantes por trás de vários desses nomes. Aquata, obviamente, é uma referência ao próprio mar. O nome de Alana teria sido escolhido para homenagear o compositor Alan Menken. Enquanto isso, Atina seria uma referência a um musical escrito por Menken quase uma década antes de A Pequena Sereia, intitulado Atina, Evil Queen Of The Galaxy.

Segundo algumas fontes, o nome de Andrina seria o de uma instrutora de aeróbica de um dos diretores. Com isso restam apenas Arista e Adella. Imaginamos que seus nomes tenham sido escolhidos apenas para combinar com os das outras irmãs.

Outra teoria popularizada entre os fãs era que Ariel e suas seis irmãs representavam os sete mares.

14. Preste atenção durante a cena das Filhas de Tritão e você talvez veja alguns rostos conhecidos

Sim, Pateta, Pato Donald e Mickey todos estão no meio da multidão. Se você prestar muita atenção mesmo verá que há uma imagem de Caco, o Sapo.

Você sabia que Pateta, Donald e Mickey fazem uma participação especial em A Pequena Sereia?

Bem, agora você sabe ...! #Disney

Caco, o Sapo, faz uma aparição em A Pequena Sereia.

15. Personagens de A Pequena Sereia apareceriam sutilmente em outros filmes posteriores da Disney

Sebastian apareceu por meio segundo em Aladdin, mordiscando os dedos do Gênio quando ele tirava coisas de seu livro de “receitas reais”.

Há referências a Linguado em Moana – um Mar de Aventuras. E o rei Tritão é mostrado como carro alegórico em A Princesa e o Sapo.

Disney
Sebastian faz uma ponta em "Aladdin".

16. Cada bolha individual no filme é singular, única e foi desenhada à mão

A Disney estimou que há um milhão de bolhas em A Pequena Sereia. A empresa tinha recursos limitados na época, e por isso as bolhas foram criadas pelo estúdio de animação chinês Pacific Rim Productions.

Da próxima vez que você assistir ao filme, preste atenção nas bolhas, porque várias pessoas trabalharam muito para criá-las. 

17. Em uma cena a Disney fez uma homenagem à célebre estátua da Pequena Sereia

Quando Úrsula é derrotada, no final do filme, os animadores incluíram uma tomada de Ariel sentada sobre uma pedra, fazendo a mesma pose que a estátua que pode ser vista em Copenhague, na Dinamarca, onde Hans Christian Andersson (autor do conto infantil A Pequena Sereia) passou boa parte da vida.

Disney
Esta tomada é uma aparente referência à estátua da Pequena Sereia em Copenhague.

18. Fala-se muito sobre o fato de Úrsula ter sido inspirada pela legendária drag queen Divine, mas ela também deve muito à personagem de Joan Collins em Dynasty

O letrista Howard Ashman foi o primeiro a comparar a vilã a Alexis Carrington, e o diretor do filme admitiu que estava “visualizando Joan Collins” quando escreveu as falas de Úrsula. Norma Desmond, de Crepúsculo dos Deus, foi outra figura que inspirou a personagem.

19. Os animadores teriam se inspirado em Divine um pouco demais para o gosto da Disney

Em uma referência a Pink Flamingos, a ideia inicial era que Úrsula tivesse um penteado moicano, mas o estúdio achou que isso seria ir longe demais para um filme família. 

Shutterstock
Divine fotografada em 1983.

20. Um dos maiores desafios do filme foi criar o movimento dos tentáculos da vilã

Foi por essa razão que os animadores acabaram lhe dando apenas seis tentáculos.

21. Chegou a ser planejada uma história sobre o passado de Úrsula que revelaria que ela era irmã do rei Tritão

Essa ideia foi retomada na produção teatral de A Pequena Sereia, que estreou na Broadway em 2007 mas ficou apenas dois anos em cartaz.

22. Úrsula teria originalmente outra canção, intitulada Silence Is Golden, mas ela acabou não sendo incluída no filme

E numa versão anterior do filme sua canção Poor Unfortunate Souls explicava seu passado com o rei Tritão e contava como ela acabou sendo expulsa do reino. Mas isso também acabou sendo cortado.

Disney
Ursula e Ariel na sequência "Poor Unfortunate Souls”.

23. O vestido que Ariel usa quando vai jantar é uma homenagem às outras princesas Disney que a antecederam

As mangas bufantes remetem a Branca de Neve, o rosa clarinho é uma referência a um vestido usado pela mãe de Cinderela e as mangas terminando em V são uma homenagem à Bela Adormecida. Depois de o sucesso da Pequena Sereia, a Disney incluiu várias outras princesas na franquia, entre elas Jasmine, de Alladin, Pocahontas e, mais recentemente, Elsa e Anna, de Frozen.

24. A personalidade de Sebastian foi pensada originalmente para ser completamente diferente

Diferentemente do Sebastian que conhecemos e amamos, o assessor do rei Tritão foi pensado originalmente para ser um caranguejo britânico e pedante chamado Clarence. Foi Howard Ashman quem sugeriu dar um sotaque caribenho ao personagem, e isso acabou refletido no estilo musical de canções como Under The Sea e Kiss The Girl.

25. E para acabar com qualquer dúvida, Sebastian não é jamaicano

O dublador Samuel E Wright confirmou que o sotaque que adotou quando estava gravando as falas do personagem é trinitário (de Trinidad e Tobago). Entendeu?

Moviestore/Shutterstock
Sebastian, visto na sequência mais famosa do filme, “Under The Sea”.

26. Samuel E Wright acabaria lançando não um, mas dois álbuns de reggae como Sebastian

Os dois foram lançados pela Walt Disney Records e incluíram covers de sucessos como Twist And Shout, Three Little Birds e What A Wonderful World, além de faixas originais.

27. Grimsby foi o último papel da vida de Ben Wright

Ben já tinha dublado Roger em A Guerra dos Dálmatas e um lobo em Mogli, o Menino Lobo. Ele morreu com 74 anos em julho de 1989, quatro meses antes de A Pequena Sereia chegar aos cinemas.

Disney
Grimsby em "A Pequena Sereia".

28. Além de relançar a Disney comercialmente, A Pequena Sereia encerrou a fase que a empresa passara sem Oscars

A Pequena Sereia tornou-se o primeiro filme da Disney desde 1971 a levar um Oscar para casa – na realidade, dois: um de melhor canção original (Under The Sea) e outro de melhor trilha sonora. O último filme da Disney a ter ganho um Oscar antes disso havia sido Se Minha Cama Voasse, que recebera a estatueta de melhores efeitos visuais, 18 anos antes.

29. A Pequena Sereia acabaria gerando duas sequências, uma série de TV e um musical da Broadway

A Pequena Sereia II – O Retorno para o Mar foi lançado em 2000, e oito anos mais tarde chegou a prequela A Pequena Sereia – A História de Ariel. Ariel e companhia limitada também puderam ser vistos no show da Disney O Point do Mickey e nos jogos de videogame Kingdom Hearts.

30. E para concluir, duas saias justas

Disney
Oops! Que deslize.

Um detalhe deu o que falar quando A Pequena Sereia foi lançado em VHS – alguns pais acharam que uma das torres do palácio do rei Tritão tinha a aparência um pouco... fálica. A capa foi redesenhada em relançamentos posteriores.

Para agravar a situação surgiu uma nova controvérsia quando algumas pessoas sugeriram que o clérigo que celebrou o casamento de Vanessa e o príncipe Eric estava um pouco “empolgado” demais com a emoção do momento. A Disney insistiu mais tarde que o volume que aparecera em sua sotaina era na verdade seu joelho dobrado. Por via das dúvidas, porém, o joelho em questão foi cortado nos versões posteriores do filme.

Este texto foi originalmente publicado no HuffPost UK e traduzido do inglês.