OPINIÃO
13/05/2015 18:40 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:12 -02

O que fazer quando se está perdido na vida e não se sabe o próximo passo

A vida tem seu próprio caminho, ritmo, fluxo e seus próprios fins, e o nosso trabalho não é controlar a vida, mas sim seguir com o fluxo dela. Pois quando tentamos interferir com o fluxo natural da vida é quando fazemos todo tipo de planos rígidos e então desesperadamente tentamos ajustar a vida de acordo com nós mesmos, e assim não há como não se machucar.

Simeon Kaynak/500px

Você sabe o que fazer quando parece que a vida não te ajuda a atingir as muitas coisas que você tão desesperadamente queria alcançar?

Essa dúvida do que fazer quando a sensação é estar perdida e não se sabe qual o próximo passo é muito comum. Seria muito fácil se tivéssemos uma bola de cristal e pudéssemos ver o que vai acontecer depois, não é verdade? Mas a maioria das pessoas não tem controle sobre os próprios pensamentos e sentimentos, muito menos da vida dos outros e do mundo em que vivemos.

A vida tem seu próprio caminho, ritmo, fluxo e seus próprios fins, e o nosso trabalho não é controlar a vida, mas sim seguir com o fluxo dela. Pois quando tentamos interferir com o fluxo natural da vida é quando fazemos todo tipo de planos rígidos e então desesperadamente tentamos ajustar a vida de acordo com nós mesmos, e assim não há como não se machucar.

Eu já quebrei muito a cara, pensando que as coisas iam sair de um jeito, quando na verdade tomaram um rumo completamente diferente. Um exemplo foi quando me divorciei do meu ex-marido e muita gente achava que tínhamos a relação perfeita e eu também tinha essa ilusão. Mas quando finalmente tirei as lentes cor de rosa e pude perceber os erros e problemas que tínhamos a nossa relação estava longe de ser perfeita.

Então o que você faz quando nada parece certo e quando os sonhos e planos parecem estar caindo aos pedaços?

É importante saber que existem dois lados no ser humano. Há o ego, que nos criamos, que possui medo e egoísmo, constantemente procurando amor, aprovação e validação nas outras pessoas, em coisas e experiências. Esse é o lado rígido, ligado à ideia de como as coisas devem ser, como a vida deve se desdobrar e como todos devem se comportar. Eu gosto de chamar esse lado de nosso mecanismo de autodefesa.

E tem o outro lado que é a pessoa real, que pode ser chamado de alma, ou essência. Este lado está transbordando de amor. O amor por si e amor pelo mundo em torno de si. Este lado conhece a razão da própria existência, e o propósito da vida. Esse lado reconhece a si em todas as coisas e pessoas, e sabe que tudo que acontece na vida é destinado a servir à pessoa, para fazê-la crescer e fortalecer.

Quando nós nos sentimos perdidos e não sabemos qual será o próximo passo, o ideal é não ter medo, desde que ficar perdido é apenas outra tentativa da sua essência para trazê-la de volta ao caminho da vida.

E essa volta ajuda as pessoas a elaborar a vida em uma base forte, amorosa e saudável. A essência está lá para nos guiar, motivar e nos levar aos próximos passos necessários para criação da vida verdadeira, amorosa, equilibrada, e alegre, ou seja, a vida que merecemos realmente.

Naquela época do meu divórcio foi difícil ver o que a vida estava me reservando. No momento, tudo parecia injusto, pois eu tinha meus planos e sonhos e eles estavam sendo estraçalhados em mil pedaços. Mas o fato é que depois a vida me levou tão longe, me deu a chance de crescer, de viver minha essência verdadeira e melhor ainda, de encontrar um novo amor que me completa 100%. Hoje eu entendo o que eu precisei passar foi essencial para me tornar na pessoa que sou hoje, para poder abrir meu coração para as novas possibilidades que a vida estava guardando pra mim.

Lembre-se que ao se sentir sozinho, a sua essência está tentando chamar atenção, lembrando a você para ser suave como a água. Para abandonar planos e conceitos fixos e permitir que acontecimentos sigam seu curso natural. E ao se entregar, a vida cuidará grandiosamente de você, com toda certeza.

Vivendo a essência:

Imagine como seria a sua vida se você vivesse 100% do tempo a sua essência. Como seria a sua vida se não existe o ego, o medo, ou egoísmo? O que mudaria nos seus relacionamentos, no seu trabalho, o que mudaria no seu relacionamento com você mesmo?

E se eu te disser que é possível viver as sua essência verdadeira a maioria do tempo. Que é possível fazer essa mudança significativa, e mudar as várias áreas da sua vida: como carreira, relacionamentos, autoestima e etc., para um lugar onde o seu mecanismo de defesa não comanda o show. Sim, eu posso te confirmar que é possível.

Uma das opções que pode te ajudar a encontrar a essência é com leituras incentivadoras. Que dão um clique lá dentro e fazem a gente pensar e refletir na nossa vida.

A yoga e a meditação mindfulness também ajuda a encontrar o equilíbrio e o alinhamento entre as áreas da vida.

Mas para mim a mudança definitiva aconteceu quando eu encontrei o processo de coaching. Foi um processo de autoconhecimento muito intenso que mudou minha vida. Tanto, que acabei virando uma coach, para facilitar esse processo de transformação na vida de outras pessoas.

Claro, que não existe uma fórmula mágica ou esquema mirabolante, mas sim um trabalho árduo com o qual você vai ter que se comprometer e muito. A minha única promessa é que vale muito a pena criar as suas próprias regras e viver da sua essência inteiramente.

E eu te pergunto, você está vivendo a sua essência?

Se você gostou, se inspirou, se esse texto cutucou a sua alma ou mexeu com algo lá dentro, por favor, espalhe para o mundo! Vamos dividir o amor.

Texto publicado originalmente no blog Ambiente Vistoriado