OPINIÃO
29/05/2014 10:25 -03 | Atualizado 26/01/2017 21:36 -02

Ambientalistas e defensores dos animais declaram guerra a promotor do RN que quer abater jumentos

A ideia é extremamente polêmica. Um promotor de Justiça do Rio Grande do Norte propôs, em meados de março deste ano, a utilização de carne de jumento como solução para diminuir a superpopulação destes animais - uma espécie de símbolo do Nordeste.

Reprodução

A ideia é extremamente polêmica. Um promotor de Justiça do Rio Grande do Norte propôs, em meados de março deste ano, a utilização de carne de jumento como solução para diminuir a superpopulação destes animais - uma espécie de símbolo do Nordeste.

Mais que isso, o promotor mandou abater dois jumentos para que pessoas convidadas por ele pudessem saborear a carne - ele mesmo puxou a fila para provar da iguaria. Em outro gesto polêmico, o promotor propôs que a carne deste animal fosse utilizada para a alimentação da população carcerária do país.

A iniciativa do promotor pôs em pé de guerra ambientalistas e defensores destes simpáticos animais (foto) por todo o país. Um abaixo-assinado, com mais de 50 mil assinaturas, entre eles artistas, acaba de ser entregue à direção do Ministério Público no RN e ao Ministério da Agricultura, protestando contra a iniciativa.

Você ainda poderá engrossar este abaixo-assinado, endossando o documento que está circulando nas redes sociais (veja abaixo).

Uma página no Facebook também foi criada pelos defensores destes animais . "O jumento é nosso irmão", diz o abre da página do Facebook. "Eu sou do RN e não concordo com o abate de jumentos", afirma o abre da página, que é seguida por milhares de adeptos. O movimento tem seguidores em todo o país.

O jumento é vítima do progresso. Usado antes para transporte de pequenas cargas e para deslocamentos de pessoas, este animal foi aos poucos sendo substituído pela motocicleta. Com isso, o jumento perdeu sua finalidade e virou uma espécie de "bicho errante", abandonado, andando sem rumo.

Sem donos, porque não tem mais nenhum valor de venda, os jumentos vivem soltos, invadem rodovias e causam acidentes com veículos. Sem ter nada para comer, entram em roças e comem tudo o que encontram. Destroem plantações inteiras. Também invadem as cidades, comem resto de lixo e destroem jardins.

Por causa disso, o jumento virou alvo de extrema crueldade. No Ceará, o Departamento de Estradas local foi flagrado enterrando-os vivos, em vala aberta por tratores. Outros animais são confinados e acabam morrendo de de fome ou com pauladas na cabeça. Estes bichos também são vítimas de parte da população e são maltratados de forma cruel em roças e cidades.

Em todo o Nordeste, há inúmeras iniciativas de preservação destes animais. Em São Miguel do Gostoso, foi criado o Projegue, que tinha como objetivo alimentar jumentos famintos e tratar aqueles que tinham sido maltratados por donos de roças destruídas por eles. Mas o Projegue não deu certo.

É comum, no Nordeste, prefeituras, cujas cidades foram invadidas por jumentos, encherem caminhões com os animais e mandarem soltá-los em áreas rurais de outros municípios. Mas eles acabam invadindo outras áreas urbanas em busca de comida - são mandados para outros municípios e assim o sofrimento continua.

Mas, até agora, nenhuma ofensiva contra os jumentos causou tanta polêmica como a iniciativa do promotor potiguar que fez churrasco destes animais e queria que a população, incluindo presidiários em todo o país, adquirissem o hábito de se alimentar da carne destes animais. Aí a reação foi enorme.

Acredita-se que, diante da enorme repercussão negativa, o promotor desista de sua estranha iniciativa. Mas não vai amenizar o sofrimento dos jumentos, que continuarão sem rumo, causando estragos em estradas e cidades. É necessário que ONGs e governos encontrem soluções para o abandono de jumentos.

Veja, abaixo, links sobre a história do jumento, inclusive citações bíblicas, e relatos de extrema crueldade praticado contra estes animais. Veja também página no Facebook, foi criada para defender estes animais de iniciativas como a do promotor do RN.

http://www.change.org/pt-BR/peti%C3%A7%C3%B5es/procurador-geral-do-mp-rn-rinaldo-reis-salve-do-abate-milhares-de-jumentos-no-nordeste

http://www.peticaopublica.com.br/psign.aspx?pi=BR70356

https://www.facebook.com/ojumentoenossoirmao

http://diariodonordeste.verdesmares.com.br/cadernos/regional/animais-marcam-historia-dos-povos-1.580931

http://www1.folha.uol.com.br/fsp/cotidian/ff2205200319.htm

http://www.midiaindependente.org/eo/red/2003/05/255006.shtml

http://brazil.indymedia.org/content/2008/02/412078.shtml

Texto publicado originalmente no blog noBalacobaco.

Acompanhe mais artigos do Brasil Post na nossa página no Facebook.

Para ver as atualizações mais rápido ainda, clique aqui.

MAIS ANIMAIS NO BRASIL POST: