OPINIÃO
28/05/2015 18:20 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:19 -02

Romário marca gol com projeto de conscientização sobre lúpus

O senador Romário Faria assinou o projeto de lei que institui a Política Nacional de Conscientização e Orientação sobre o Lúpus.

O que será que eu tenho?

Esse foi o meu começo e o começo de muitas outras portadoras de lúpus, uma doença inflamatória crônica de causa desconhecida em que há uma participação do sistema imunológico com a formação de auto anticorpos, que podem "agredir" o organismo através de inflamação de múltiplos órgãos e sistemas.

E é de difícil diagnóstico, já que no Brasil não temos muitos especialistas na área.

Quando a doença está em atividade sentimos cansaço, desânimo, falta de apetite, fraqueza, em alguns caso febre, dores articulares, queda de cabelo. São sintomas que podem ser confundidos com doenças como artrite, gripe, tendinite e estresse (tive todos esses diagnósticos até chegar ao lúpus).

Precisamos fazer uso contínuo de alguns medicamentos de alto custo que o governo deveria disponibilizar nas farmácias, mas algumas vezes não conseguimos encontrar. Em algumas cidades do País não há médicos e nem remédios - e as pessoas simplesmente não fazem o tratamento correto ou desconhecem que possuem a doença.

A história do lúpus

A história de LES (Lúpus Eristematoso Sistêmico) pode ser dividida em três períodos: clássico, neoclássico, e modernos. Em cada período, a pesquisa e a documentação avançou a compreensão e diagnóstico da doença, levando à sua classificação como uma doença autoimune em 1851, e também à várias opções de diagnóstico e tratamentos agora disponíveis para pacientes com LES. Os avanços da ciência médica no diagnóstico e tratamento do LES têm melhorado consideravelmente a expectativa de vida de uma pessoa diagnosticada com LES.

fonte: A menina e o Lúpus

Conscientizar as pessoas ao meu redor e o mais longe que eu conseguir virou o meu objetivo, já que ainda sofremos preconceito principalmente quem tem lúpus cutânea (quando em atividade causa feridas na pele).

Mas as coisas podem melhorar.

O senador Romário Faria assinou nesta quinta-feira, 28, o projeto de lei que institui a Política Nacional de Conscientização e Orientação sobre o Lúpus:

Acabo de assinar na Comissão de Educação meu Projeto de Lei que institui a Política Nacional de Conscientização e...

Posted by Romário Faria on Thursday, May 28, 2015

A proposta representa, para nós, uma luz no fim do túnel. Precisamos falar sobre essa doença. E você precisa saber que:

Lúpus não é contagioso

Lúpus é uma doença genética

Lúpus pode causar fadiga, depressão, dores

Dá para viver normalmente com o Lúpus.