OPINIÃO
17/05/2015 10:04 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:12 -02

Times Square vira palco de campanha da ONU contra homofobia

2015-05-15-1431723113-6671723-0514freeequal01.jpg

Campanha da ONU Livres e Iguais. Foto ONU/Malia Hurwitz

Domingo, 17 de maio, é o Dia Internacional Contra a Homofobia e Transfobia e Bifobia. Para celebrar a data, a ONU lançou uma nova campanha num evento realizado na Times Square, em Nova York.

O vídeo foi exibido nos telões da Bolsa de Valores Nasdaq e da agência de notícias Reuters.

Iniciativa

O diretor-executivo do Programa Conjunto sobre HIV/Aids, Unaids, Michel Sidibé, pediu a união de todos ao movimento pela justiça social, igualdade e equidade para que todas as pessoas possam viver com respeito e dignidade.

Em mensagem de vídeo sobre a data, o chefe do Unaids disse que "o mundo vive um momento de rápida mudança social".

Segundo Sidibé, lésbicas, gays, bissexuais e transexuais estão "atingindo novas fronteiras e celebrando conquistas notáveis".

Ele deixou claro que apesar dessa transformação, atos de discriminação e violência continuam acontecendo contra a comunidade Lgbt. O diretor do Unaids disse que não se pode tolerar "a escolha de direitos numa sociedade moderna".

Apartheid

Para Sidibé, "uma sociedade deve ser onde a diversidade é celebrada, onde a pessoa sem importar onde viva ou quem ame, possa viver em paz e segurança".

Ele citou também uma sociedade onde todos possam contribuir para a saúde e o bem estar da comunidade".

Sidibé afirmou que é possível tornar essa sociedade uma realidade, mas será necessária solidariedade global.