OPINIÃO
26/07/2016 17:22 -03 | Atualizado 07/05/2019 18:27 -03

8 truques para interpretar a linguagem corporal das pessoas (sem erro!)

A linguagem corporal fornece uma incrível quantidade de informações sobre o que as outras pessoas estão pensando se você souber o que procurar.

A linguagem corporal fornece uma incrível quantidade de informações sobre o que as outras pessoas estão pensando se você souber o que procurar. E quem não teria gostado de ler a mente das pessoas em algum momento?

Você já consegue identificar mais pistas sobre a linguagem corporal do que imagina. Uma pesquisa da Universidade da Califórnia ― Los Angeles (UCLA) mostrou que apenas 7% da comunicação é baseada nas palavras que realmente dizemos. Quanto ao resto, 38% vem do tom de voz e 55% da linguagem corporal.

Aprender como estar ciente disso e interpretar esses 55% podem lhe dar uma vantagem em relação a outras pessoas.

Quando você está trabalhando duro e fazendo tudo o que pode para atingir seus objetivos, qualquer coisa que o coloque à frente é poderosa e irá agilizar seu caminho para o sucesso.

A TalentSmart testou mais de um milhão de pessoas e descobriu que os escalões superiores de desempenho são preenchidos com indivíduos que têm elevado nível de inteligência emocional (90% dos indivíduos com melhor desempenho, para ser exato).

Essas pessoas conhecem o poder que os sinais não falados têm sobre a comunicação e monitoram a linguagem corporal adequadamente.

Da próxima vez que você estiver em uma reunião (ou mesmo em um encontro amoroso ou brincando com seus filhos), observe estes sinais:

Pernas e braços cruzados indicam resistência às suas ideias. Pernas e braços cruzados são barreiras físicas sugerindo que a outra pessoa não está aberta ao que você está dizendo. Mesmo se estiverem sorrindo e envolvidas em uma conversa agradável, a linguagem corporal delas conta o que está por trás.

Gerard I. Nierenberg e Henry H. Calero filmaram mais de 2 mil negociações para os livros que escreveram sobre a leitura da linguagem corporal, e nenhuma terminou em acordo quando uma das partes tinha as pernas cruzadas durante a negociação.

Psicologicamente, pernas e braços cruzados sinalizam que uma pessoa está mentalmente, emocionalmente e fisicamente bloqueada em relação ao que está diante delas. Não é intencional, por isso é tão revelador.

Sorrisos sinceros franzem os olhos. Quando se trata de sorrir, a boca pode mentir, mas os olhos não. Sorrisos genuínos chegam aos olhos, franzindo a pele e criando “pés de galinha” em volta deles.

As pessoas normalmente sorriem para esconder o que realmente estão pensando e sentindo, por isso, da próxima vez que você quiser saber se o sorriso de uma pessoa é genuíno, procure por rugas nos cantos dos olhos. Se não estiverem lá, aquele sorriso está escondendo algo.

Copiar sua linguagem corporal é um bom sinal. Já esteve em uma reunião com alguém e notou que todas as vezes que você cruzava ou descruzava as pernas, a pessoa fazia o mesmo? Ou talvez as pessoas inclinavam a cabeça da mesma forma que a sua quando você estava falando?

Isso, na verdade, é um bom sinal. Espelhar a linguagem corporal é algo que fazemos inconscientemente quando sentimos um vínculo com a outra pessoa. É um sinal de que a conversa está indo bem e que a outra pessoa é receptiva à sua mensagem.

Esta informação pode ser especialmente útil quando você está negociando, porque mostra o que a outra pessoa está realmente pensando sobre o negócio.

A postura revela o segredo. Já viu uma pessoa entrar em uma sala e, imediatamente, você sabe que ela é quem dá as ordens? Esse efeito tem muito a ver com a linguagem corporal e, muitas vezes, inclui uma postura ereta, gestos feitos com as palmas viradas para baixo e gestos abertos e expansivos em geral.

O cérebro é programado para igualar o poder com a quantidade de espaço que as pessoas ocupam. Ficar de pé, ereto, e com os ombros para trás é uma posição de poder; parece maximizar a quantidade de espaço que você preenche.

Curvar-se, por outro lado, quer dizer que você encolheu sua postura; parece ocupar menos espaço e projeta menos poder. Manter uma boa postura impõe respeito e promove o envolvimento, seja você líder ou não.

Olhos que mentem. A maioria de nós provavelmente cresceu escutando: “Olhe nos meus olhos quando estiver falando comigo!”. Nossos pais estavam agindo sob a suposição de que é difícil sustentar o olhar de alguém quando você está mentindo, e eles estavam certos até certo ponto.

Mas isso é tão senso comum que as pessoas irão, muitas vezes, deliberadamente manter o contato visual em uma tentativa de esconder o fato de que estão mentindo. O problema é que a maioria delas exagera e olha nos olhos a tal ponto que se torna desconfortável.

Em média, os norte-americanos mantêm contato visual de sete a dez segundos, mais tempo quando estamos escutando do que quando estamos falando. Se estiver conversando com alguém cujo olhar está fazendo você se contorcer ― especialmente se a pessoa estiver muito rígida e sem piscar ― existe algo por trás e ela pode estar mentindo para você.

Sobrancelhas levantadas indicam desconforto. Existem três emoções principais que fazem suas sobrancelhas levantar: surpresa, preocupação e medo. Tente levantar suas sobrancelhas quando está conversando informalmente com um amigo.

Difícil, não é? Se alguém que estiver conversando com você levanta suas sobrancelhas e o assunto não é algo que, pela lógica, causaria surpresa, preocupação ou medo, há algo mais acontecendo.

Balançar a cabeça exageradamente sinaliza ansiedade por aprovação. Quando você está contando algo para alguém e essa pessoa balança a cabeça excessivamente, isso significa que ela está preocupada com o que você pensa dela ou que você duvida de sua habilidade de seguir as instruções.

Uma mandíbula contraída sinaliza estresse. Contrair as mandíbulas, encolher o pescoço ou uma testa franzida são todos sinais de estresse. Independentemente do que a pessoa estiver dizendo, esses são sinais de desconforto significativo.

A conversa pode estar se enveredando por um caminho sobre o qual esse alguém se sente ansioso, ou a mente da pessoa pode estar em outro lugar e ela está focada naquilo que a está estressando. A chave é observar o descompasso entre o que a pessoa fala e o que sua linguagem corporal tensa está dizendo.

Juntando tudo

A conclusão é que, mesmo se não puder ler o pensamento exato das pessoas, você pode aprender muito sobre a linguagem corporal delas, e isso é especialmente verdade quando as palavras e a linguagem corporal não coincidem.

Quais outras pistas sobre linguagem corporal você está procurando? Compartilhe seus comentários na seção abaixo, já que eu aprendo tanto com vocês quanto vocês comigo.

*Este artigo foi originalmente publicado pelo HuffPost US e traduzido do inglês

 

Galeria de Fotos Famosos que falaram abertamente de saúde mental Veja Fotos