OPINIÃO
02/01/2015 12:20 -02 | Atualizado 26/01/2017 21:36 -02

Os 30 melhores filmes e os 10 melhores livros de 2014

Como tem muita gente de férias aí, fica como sugestão para os tempos de descanso. Ou, se não for este seu caso, que o post sirva de inspiração para aquela meta que a gente sempre traça nos começos de ano: de gastarmos mais tempo investindo em nosso próprio lazer.

Agora que chegamos à virada de 2014 para 2015 vou cumprir uma tradição do meu blog e listar os livros e filmes que mais gostei de ter assistido e lido nesses 365 dias. Coloquei um link em cada um deles, que te leva para informações mais detalhadas e resenhas, caso queira saber mais a respeito das dicas.

Como tem muita gente de férias aí, fica como sugestão para os tempos de descanso. Ou, se não for este seu caso, que o post sirva de inspiração para aquela meta que a gente sempre traça nos começos de ano: de gastarmos mais tempo investindo em nosso próprio lazer ;)

Então, anote aí:

30 FILMES PARA VOCÊ ASSISTIR

(no cinema, no DVD, no Netflix, pela internet...)

  1. Ela
  2. Clube de Compras Dallas
  3. Nebraska
  4. O Lobo de Wall Street
  5. Capitão Phillips
  6. 12 Anos de Escravidão
  7. A Menina que Roubava Livros
  8. Relatos Selvagens
  9. Jersey Boys
  10. Amores inversos
  11. Última Viagem a Vegas
  12. Trapaça
  13. Gravidade
  14. O Juiz
  15. Lucy
  16. O Doador de Memórias
  17. À Beira do Caminho
  18. Nação Fast Food
  19. Jobs
  20. A Vida Secreta de Walter Mitty
  21. Na Natureza Selvagem (já vi várias vezes)
  22. Histórias Cruzadas (segunda vez que vi; mais AQUI)
  23. Gonzaga (segunda vez que vi)
  24. Mary Poppins (Um clássico!)
  25. Forrest Gump (Um clássico! [2]; mais AQUI)
  26. Os Fantasmas de Scrooge (terceira vez que vi; mais AQUI)
  27. Jogos Vorazes
  28. Garotas Malvadas
  29. As Duas Faces de Um Crime (segunda ou milésima vez que vi)
  30. Álbum de Família

*****

10 LIVROS PARA VOCÊ LER

  1. Sempre em desvantagem, de Walter Mosley, 236 págs. 14 capítulos, que também podem ser lidos como contos separados, sobre a história de Sócrates, um ex-presidiário que mora em Los Angeles, nos Estados Unidos. Leia mais sobre ele AQUI.
  2. O Jogo do Anjo, de Carlos Ruiz Zafón, 410 págs. Esotérico, mas muito muito bom e bem escrito, com um narrador-personagem engraçado, irônico e sombrio ao mesmo tempo. Este não virou best-seller por acaso, não. Leia mais sobre ele AQUI.
  3. A Máquina de Xadrez, de Robert Löhr, 351 págs. História real, de um barão do século 18 que enganou toda a corte imperial de Viena ao anunciar ter criado uma máquina que consegue jogar xadrez -- um autômato que pensa. Na verdade, era um anão genial, escondido dentro do mecanismo. As consequências da fraude e a ansiedade gerada por ela são muito boas. Leia mais sobre ele AQUI.
  4. Holocausto Brasileiro, de Daniela Arbex, 255 págs. Uma história pouco conhecida dos brasileiros, embora tenha sido uma tragédia - praticada com o aval do Estado - que resultou na morte de ao menos 60 mil pessoas em 50 anos. Um livro-reportagem que, embora relate o horror, sabe amenizá-lo com histórias emocionantes e muito humanas. Leia mais sobre ele AQUI.
  5. O Chamado do Cuco, de Robert Galbraith (JK Rowling), 447 págs. Um detetive que investiga um assassinato de top model confundido com suicídio. Leia mais sobre ele AQUI.
  6. A Pele Fria, de Albert Sánchez Piñol, 239 págs. Um homem que decide, por conta própria, passar um ano inteiro numa ilha minúscula perto da Antártica, onde só vive mais um habitante. Mas aí, logo no começo, descobrimos que a ilha não é assim tão desabitada, e nosso protagonista terá de lutar diariamente, com todas as suas forças e recursos escassos, para salvar a própria pele. Leia mais sobre ele AQUI.
  7. Inferno, de Dan Brown, 446 págs. Imaginei que seria um best-seller chato, mas, além de ser muito bem escrito, traz reflexões interessantes sobre a superpopulação, embora não seja este seu objetivo principal. Pode ser encontrado por a partir de R 19,14.
  8. Leite Derramado, de Chico Buarque, 195 págs. Leia sobre ele AQUI, é muito difícil resumir em poucas linhas.
  9. A Verdade Sobre o Caso Harry Quebert, de Jöel Dicker, 572 págs. Tem todos os ingredientes que os bons livros costumam ter, e muito mais: tem suspense, drama, comédia, sátira, história de amor, história policial, várias narrativas entrelaçadas (contadas por personagens diferentes, em formatos diferentes, em épocas diferentes, tudo de forma tão coesa que, mesmo com mil reviravoltas, você nunca perde o fio da meada). Leia mais sobre ele AQUI.
  10. O Retrato de Dorian Gray, de Oscar Wilde, 298 págs. Um clássico da literatura que questiona a busca incessante pela beleza e pela juventude eternas. O mais interessante do livro, que tem seus momentos entediantes, são as falas de Lorde Henry, que é o personagem mais instigante, e solta muitas pérolas sobre seu modo peculiar de encarar a vida. Mais sobre isso AQUI. Pode ser comprado a partir de R 13,80.

Já viu os filmes ou leu os livros citados acima? O que achou deles? Concorda com minha avaliação? Quais outros você leu/viu neste ano que gostaria de recomendar para todos nós? :)

Leia também:

Post originalmente publicado no blog da kikacastro, em duas partes.

Acompanhe mais artigos do Brasil Post na nossa página no Facebook.

Para saber mais rápido ainda, clique aqui.