OPINIÃO
17/08/2018 17:12 -03 | Atualizado 17/08/2018 17:23 -03

Filho de Cabral mudou de nome? Marina é líder entre os indecisos? ChecaZap responde

Fake news sobre mudança de nome do filho do ex-governador do Rio foi uma das correntes de WhatsApp checadas pelo ChecaZap.

ChecaZap/Énois

Apesar de as eleições para presidente e governador despertarem mais debate, as eleições proporcionais para deputado federal e estadual também movimentam o mundo das notícias falsas. O ChecaZap checou mensagens sobre uma suposta mudança de nome do candidato a deputado federal Marco Antônio Cabral. Confira essa e outras apurações sobre notícias falsas da semana.

1. Não é verdade que o filho do ex-governador Sérgio Cabral mudou de sobrenome para tentar se eleger deputado

Circula no WhatsApp a informação de que o filho do ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral, o deputado federal Marco Antônio Neves Cabral (MDB-RJ), teria retirado do seu nome o sobrenome Cabral, na intenção de desvincular a sua imagem da do pai, preso desde novembro de 2016 por corrupção.

A informação NÃO É VERDADEIRA.

Em suas redes sociais, por exemplo, ele continua usando o sobrenome. Até mesmo em seu site, o Cabral é utilizado. Portanto, o deputado continua a se chamar Marco Antônio Neves Cabral.

Em declaração dada em vídeo publicado em suas redes, o parlamentar afirma se orgulhar do sobrenome pai: "Eu tenho orgulho do meu nome e mais orgulho ainda do trabalho que desempenhei".

O patriarca da família, Sérgio Cabral, acumula mais de 120 anos em condenações na Lava Jato e cumpre pena no presídio Bangu 8, no Rio de Janeiro.

2. Não vazou delação do ex-ministro Antônio Palocci

▶ Está circulando uma corrente afirmando que teria vazado a delação do ex-ministro Antônio Palocci com várias denúncias sobre dólares em bancos internacionais.

❗ Se você recebeu essa mensagem FIQUE ATENTO!! ❗

🗣 A delação do ex-ministro não vazou. Os jornais publicaram apenas informações sobre o assunto do depoimento e NÃO do conteúdo delatado.

💻 "O conteúdo da colaboração segue em sigilo. Na delação, Palocci entregou pessoas sem foro privilegiado. A TV Globo apurou que ele cita nos depoimentos da delação fatos envolvendo os ex-presidentes Lula e Dilma Rousseff, em cujos governos foi ministro, e aborda pagamentos de empreiteiras e desvios na Petrobras", é o trecho da matéria publicada pelo G1 em junho de 2018.

📢 O QUE DIZ A LEI 📢

As informações verdadeiras da delação estão em sigilo do TRF-4 (Tribunal Regional Federal da 4° Região)

!! Todo vazamento é uma ilegalidade !!

▶ Segundo a resolução do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) 217/2016, seção IX - Art. 17:

"Não será permitido ao magistrado e ao servidor fornecer quaisquer informações, direta ou indiretamente, a terceiros ou a órgão de comunicação social, de elementos sigilosos contidos em processos ou inquéritos".

Notícias de grandes jornais sobre o suposto vazamento:

📰 Estadão

📰 Valor

📰 G1

3. Marina Silva não lidera entre os indecisos

❗❗Se você recebeu uma mensagem dizendo que a candidata à presidência Marina Silva (Rede) está na liderança entre os eleitores indecisos, fique atento: É MENTIRA❗❗

👉A imagem que circula atribui a pesquisa ao Paraná Pesquisas. O diretor do instituto, Murilo Hidalgo, nega que o levantamento tenha sido feito.

"Em postagem sobre eleitores indecisos chegou-se ao absurdo de estabelecer percentuais para cada um dos candidatos. Ora, se o eleitor está indeciso é impossível ele ter se decidido por um candidato", afirmou o Instituto via assessoria de imprensa.

👉👉O Instituto divulgou em seu próprio site a imagem dizendo ser uma fake news.

👉👉👉Relembrando que todas as pesquisas eleitorais oficiais devem ser registradas no TSE - Tribunal Superior Eleitoral pela internet.

👀 👀 👀 👀

Cheque você mesmo:

Paraná Pesquisas

▶ ▶ ▶ Essas informações foram checadas pelo ChecaZap!! ✅

Desconfiou de alguma mensagem? Encaminhe pra gente e entre na nossa lista de transmissão: 11 989520934.