OPINIÃO
11/03/2014 16:33 -03 | Atualizado 26/01/2017 21:12 -02

'Fábrica' de bitcoins lucra R$ 18 milhões por mês (VÍDEO)

Quanto mais computadores estiverem minerando, mais trabalho cada um terá de fazer para obter 1 bitcoin, foi o que descobriu Dave Carlson, que explica seu procedimento no vídeo.

Dave Carlson alugou dois galpões em Seattle, encheu de computadores e os colocou para "minerar" bitcoins - resolver operações matemáticas e receber a moeda virtual como pagamento. Ela tem um mecanismo de proteção anti-inflacionário: quanto mais computadores estiverem minerando, mais trabalho cada um terá de fazer para obter 1 bitcoin. Com a corrida pela moeda, anda cada vez mais difícil minerar com lucro - pois você pode acabar gastando mais em eletricidade, no seu PC, que o valor dos bitcoins que obterá. Mas Dave diz que, usando máquinas ligadas em rede, consegue tirar muitos bitcoins - e lucrar o equivalente a R$ 18 milhões por mês. De fato, é uma operação e tanto (veja no vídeo acima, a partir de 3:10).

Os bitcoins são aceitos em diversos lugares, e também podem ser convertidos em dinheiro. O problema é que sua cotação é extremamente instável. Em dezembro, o bitcoin perdeu 50% do valor em apenas um dia, depois que a China proibiu a troca de yuans por bitcoins (bloqueando a entrada de dinheiro especulativo, que vinha inflando a cotação da moeda virtual). Uma queda brutal, da qual o bitcoin não se recuperou até hoje. É impossível prever o que acontecerá com ele. Pode voltar a subir, ficar estável, ou sofrer um novo tombo - transformando milhões em pó.