OPINIÃO
05/02/2015 16:44 -02 | Atualizado 26/01/2017 22:11 -02

'Não é preciso ter escritório fixo para conquistar o mundo'

divulgação

Por Aline Farinha

Gina Gotthilf é a brasileira que atualmente lidera a equipe de marketing e desenvolvimento internacional do Duolingo. Aos 18 anos ela mudou para os Estados Unidos e se formou em filosofia - mesmo contra a vontade de seus pais, que acreditavam não ser uma área boa para trabalhar. Eles estavam certos: Gina não conseguiu um emprego na área depois de formada, mas ela não queria perder seu visto e voltar para o Brasil.

Então ela começou a mandar currículos. De 100 tentativas, recebeu três respostas e acabou conseguindo um estágio na área de marketing digital. Gina conta que não sabia o que estava fazendo, mas persistiu para não perder o visto. No final, após muito trabalho, ela se tornou especialista no assunto.

Após trabalhar com o Instagram, trazer o Tumblr para o Brasil e levar o Duolingo para diversos outros países, ela diz que existem duas coisas essenciais para qualquer startup obter sucesso. "A primeira não é novidade e a Nike já sacou faz tempo, é o Just do it": mesmo sem experiência temos que arriscar e sempre fazer o que é para ser feito.

A segunda dica é não ter medo de se adaptar: "nenhuma das grandes empresas atuais sabiam o que estavam fazendo, mas elas entenderam que a mudança não é ruim".

Além dessas dicas, Gina também frisou que é importantíssimo focar na sua rede de contatos para surgirem oportunidades e também não é preciso ter um escritório fixo hoje em dia para conquistar o mundo.

Siga a gente no Twitter

Acompanhe mais artigos do Brasil Post na nossa página no Facebook.

Para saber mais rápido ainda, clique aqui.